A Psicologia Transpessoal

Autor:Luiz Guilherme Marques
Páginas:147-157
 
TRECHO GRÁTIS
7
A PSICOLOGIA tRAnSPeSSOAL
CARLOS ANTONIO FRAGOSO GUIMARÃES publicou A PSI-
COLOGIA TRANSPESSOAL [http://geocities.yahoo.com.br/carlos.
guimaraes/psicotrans.html], que resume bem o que seja essa
Quarta Força:
“Não apenas é o homem parte da Natureza – e esta é parte sua –, como
deve ser minimamente isomórfico (semelhante a) com ela para nela ser vi-
ável. Ela o gerou. Sua comunhão com aquilo que o transcende não precisa
ser definida, portanto, como não natural ou sobrenatural. Pode ser vista
como uma experiência ‘biológica’”.
Abraham Maslow
O que é e como surgiu a Psicologia Transpessoal
Foi em meados da década de sessenta, durante o rápido desenvolvimento
e aceitação dos pressupostos básicos da psicologia humanista, com Mas-
low e Rogers, que alguns psicólogos e psiquiatras começaram a discutir
quais os limites e características a que seria possível chegar o potencial
da consciência humana. Muitos pesquisadores achavam que a visão da
psique dada pela Psicanálise e pelo Behaviorismo eram, no mínimo, bas-
tante simplificadas e reducionistas, não explicando uma grande gama de
fenômenos mentais que escapavam – e muito – do campo de alcance de
tais teorias. E a Psiquiatria dava ainda menos clareza sobre uma ampla
gama de estados de conciência claramente chocantes e, ao mesmo tempo,
fascinantes, que não podiam se restringir unicamente à história orgânico-
biográfica de alguns pacientes.
A grande maioria dos teóricos da personalidade toma por fundamento
básico a consciência em estado de vigília, ou consciência normal, como
sendo a única possibilidade saudável de nível de percepção congnitiva.

Para continuar a ler

PEÇA SUA AVALIAÇÃO