Prefácio da 1a edição

Autor:José Fiker
Ocupação do Autor:Doutor em Semiótica e Linguística Geral (com enfâse em Laudos Periciais) pela USP
Páginas:11-12
 
TRECHO GRÁTIS

Page 11

Já não há mais razão para o queixume de que faltam em nossa bibliografia trabalhos acerca de perícias judiciais dos que lidam na Justiça: vem a lume agora o livro “A Perícia Judicial – Como Redigir Laudos e Argumentar Dialeticamente”, dos Engenheiros Joaquim da Rocha Medeiros Júnior e José Fiker, honoráveis expertos que de há muito prestam inestimáveis serviços ao Poder Judiciário.

Costuma-se dizer, quando se trata de falar a respeito de pessoas ilustres, que essas personalidades dispensam apresentação. Se se pode valer de semelhante escusa em razão da celebridade de quem se fala, nem sempre, entretanto, é aconselhável omitir-se a apresentação, ainda que famoso aquele a quem se almeja introduzir.

Claro está que no meio profissional ambos os autores ora em foco realmente não carecem de ser apresentados, tal o renome que os rodeia. Sucede no entanto que, posto dispensável no caso a sua apresentação, é importante reapresentá-los, menos pela necessidade de torná-los conhecidos do que pelo merecimento de fazê-los reconhecidos, desta feita como autores que demitiram de si as delícias do inédito que se falava FLAUBERT, para brindar-nos com o trabalho que aqui está.

Trata-se de dois profissionais formados pela Escola de Engenharia de Universidade Mackenzie, hoje com larga militância como peritos. Ambos se originam da mesma vertente de probidade pessoal, de compenetração profissional e da perseverança nos inquebrantáveis princípios éticos e morais que lhes plasmaram o caráter. Inteligentes, estudiosos e competentes, muita semelhança os aproxima um do outro quanto aos atributos da personalidade e da boa for-

Page 12

mação, sendo pequenas as dissemelhanças curriculares entre os dois, que tanto um como outro, para além das atividades remuneradas, destacando-se na prestação de serviços públicos desinteressados, em contribuição afanosa e proficiente para a melhoria das nossas condições de vida, desde a colaboração na feitura e aperfeiçoamento de normas técnicas até à aplicação prática dessas normas aos cometimentos que implementam o progresso e o conforto da...

Para continuar a ler

PEÇA SUA AVALIAÇÃO