Prefácio

Autor:Reynaldo Ximenes Carneiro
Ocupação do Autor:Desembargador aposentado do TJ/MG
Páginas:11-12
 
TRECHO GRÁTIS
PRefÁCIO
Fiquei honrado por haver sido convidado para fazer o prefá-
cio de uma obra que, certamente, vai provocar meditações
e reflexões sobre as inquietações que vivencia o magistrado
quando do exercício da judicatura.
O autor Luiz Guilherme Marques, juiz de direito dos mais
talentosos do Estado de Minas Gerais e do País, brinda-nos com
mais um livro de sua lavra, que, como os demais, terá êxito e tra-
rá muito proveito não só aos profissionais da área jurídica, mas
a quantos se preocupam em penetrar nos motivos que levam o
Juiz a formar o seu convencimento. Agora, um inesgotável levan-
tamento está realizado, a possibilitar pesquisas e análises sobre
o comportamento humano em momento de decisão.
“A Psicologia do Juiz” é, portanto, uma obra que se reco-
menda, sobretudo, aos magistrados, porque se refere a sensível
e relevante estudo de interesse dos que lidam com as misérias
e as adversidades humanas.
É livro que interessa a todos os operadores do Direito, por-
que traz a visão de um magistrado exemplar, que, desde cedo,
pôde sentir as dificuldades para o exercício pleno da judicatura,
vendo seu pai desprezar e enfrentar o poder autocrático para as-
segurar os direitos daqueles que se encontravam sob sua juris-
dição. A coragem e a firmeza de convicções do pai despertaram
no filho a vocação para se tornar um exemplo para todos nós,
não só desenvolvendo bem e eficazmente as tarefas impostas
ao Juiz, no seu dia a dia, mas se ocupando de aprofundar seus
estudos sobre a formação e o aperfeiçoamento do magistrado,
com publicações de obras e de artigos voltados para o Judiciá-
rio. É bem por isso que, neste livro, acaba por desnudar a figura

Para continuar a ler

PEÇA SUA AVALIAÇÃO