As comunicações invisíveis: inclusão e desenvolvimento social por meio das Telecomunicações/TIC

Autor:Bruno Ramos
Páginas:91-103
 
TRECHO GRÁTIS
73
3 As comunicações invisíveis: inclusão e
desenvolvimento social por meio das
Telecomunicações/TIC
Bruno Ramos
Nota: Atenção, as opiniões expressas neste documento são de responsa-
bilidade do autor e não refletem necessariamente as da União Internacio-
nal de Telecomunicações (UIT).
Resumo
Quando é feita uma análise do nosso tempo, em particular
dos anos de 2015 a 2030, período de implementação dos Ob-
jetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), assinados pe-
los Estados Membros das Nações Unidas como um conjunto
de metas-guia para os esforços de inclusão e do desenvol-
vimento sustentável, pode-se observar que por trás de uma
imagem superficial de grande transformação, ou de um rótulo
de “tempo da velocidade das transformações”, as bases so-
ciais do final do século XX continuam a existir sem grandes
mudanças, tanto do ponto de vista ponto de vista econômico
da supremacia entre as nações como a separação entre as
classes mais e menos favorecidas.
No entanto, dentro de nossa área de estudo, que são as te-
lecomunicações e as tecnologias de informação e comunica-
ção (TIC), as transformações tecnológicas conduzem a uma
grande mudança no modo de interação entre as pessoas,
alterando o modo de observação do espaço físico e social.
As comunicações funcionam como uma mola impulsionando
uma transformação através do acesso à informação, estando
em todos os locais, como um ser invisível que nos orienta
para novos horizontes, possibilitando a redução das dife-
renças e a inclusão das pessoas em situações vulneráveis.
Assim, para que esse mecanismo de inclusão e desenvolvi-
mento das telecomunicações/TIC se torne um ciclo motor
do bem-estar social, é necessário estabelecer um ambien-
te propício ao florescimento dessas “comunicações invisí-
veis”, através da construção de um modelo de governança
que permita o seu crescimento, seguindo princípios de ação
As comunicações invisíveis: inclusão e desenvolvimento social
por meio das Telecomunicações/TIC
74
Governança e regulações da Internet na América Latina
Análise sobre infraestrutura, privacidade, cibersegurança e evoluções tecnológicas em
homenagem aos dez anos da South School on Internet Governance
mais amplos e amplos, e pela implementação de infraestru-
tura para o fluxo de informações nas áreas de alto volume de
tráfego e nas áreas mais remotas sem investimento. Em con-
clusão, eles enfrentam e discutem os problemas que existem
contra o estabelecimento deste ambiente de comunicações
inclusivas invisíveis e os vários modos de ação que podem
ser traçados para combatê-los, mantendo viva a possibilida-
de de novas visões disruptivas.
3.1 Tempo de transformação? Sim ou não?
Onde estamos?
Para que possamos lidar com a inclusão e o desenvolvimento
social através das telecomunicações14/TIC15, especialmente em
como as comunicações funcionam de forma invisível como
substrato para a consecução desses objetivos, devemos inserir
uma sequência de pensamentos que passa por onde estamos,
para onde queremos ir e como conseguimos isso. É assim que
este estudo é estruturado.
Ao tentar responder a questão do título deste capítulo, deve-se
listar em que campo do desenvolvimento intelectual, tecno-
lógico, econômico ou social, entre muitos outros, será feita a
análise de um “tempo de transformação”. Do ponto de vista eco-
nômico e social, incluindo aí um pouco a questão intelectual e de
desenvolvimento da “sabedoria” humana, ainda estamos em um
estágio próximo ao encontrado nas últimas décadas do século
XX. A sobreposição econômica e de influência entre as nações
muda de forma lenta e moderada, com casos esporádicos de
desenvolvimento, como a China, mas ainda permanece geral-
mente inalterada. As diferenças sociais e a inclusão econômica e
social continuam a ser questões não resolvidas pela humanidade,
tanto que no estabelecimento dos Objetivos de Desenvolvimento
14 Telecomunicações: Qualquer transmissão, emissão ou recepção de sinais, sinais, escritos,
imagens, sons ou informações de qualquer natureza por fio, rádio, meios ópticos ou outros
sistemas eletromagnéticos. (Constituição da União Internacional de Telecomunicações, CS/
An 1012).
15 TIC (tecnologias de informação e comunicação): Um conjunto de equipamentos, protocolos,
mecanismos e processos que permitem organizar, processar e compartilhar informações e
conteúdos produzidos de qualquer natureza. (Definição do autor).

Para continuar a ler

PEÇA SUA AVALIAÇÃO