Análise das Avaliações dos Concursos Públicos Realizados pelas IFES para o Cargo de Secretário-Executivo sob a Ótica da Gestão por Competência

Autor:Fernanda Geremias Leal - Ana Corina Faustino da Silva - Marcos Baptista Lopez Dalmau
Cargo:Mestranda em Administração da Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC. Brasil - Mestranda em Administração Universitária da Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC. Brasil - Professor do Departamento de Ciências da Administração, do Programa de Pós-Graduação em Administração e do Programa de Pós-Graduação em ...
Páginas:191-207
RESUMO

Este artigo apresenta uma análise das avaliações dos concursos públicos realizados pelas Instituições Federais de Ensino Superior (IFES), no período de 2010 a 2014, para o provimento do cargo de secretário-executivo. O objetivo foi compreender se as provas aplicadas aos candidatos têm contemplado conteúdos constantes na descrição do cargo, leis de regulamentação da profissão, diretrizes e grades... (ver resumo completo)

 
TRECHO GRÁTIS
Artigo recebido em: 3/3/2014
Aceito em: 10/10/2014
Esta obra está sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Uso.
ANÁLISE DAS AVALIAÇÕES DOS CONCURSOS PÚBLICOS
REALIZADOS PELAS IFES PARA O CARGO DE SECRETÁRIO-
EXECUTIVO SOB A ÓTICA DA GESTÃO POR COMPETÊNCIA
A Review of the Public Contests Evaluations Promoted by
Brazilian Federal Universities for the Post of Executive Assistant
in the Perspective of Competencies Management
Fernanda Geremias Leal
Mestranda em Administração da Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC. Brasil. E-mail: fernanda.leal@ufsc.br
Ana Corina Faustino da Silva
Mestranda em Administração Universitária da Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC. Brasil. E-mail: ana.corina@ufsc.br
Marcos Baptista Lopez Dalmau
Professor do Departamento de Ciências da Administração, do Programa de Pós-Graduação em Administração e do Programa de Pós-
Graduação em Gestão Universitária. Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC. Brasil. E-mail: marcos.dalmau@ufsc.br
DOI: http://dx.doi.org/10.5007/2175-8077.2014v16n40p191
Resumo
Este artigo apresenta uma análise das avaliações dos
concursos públicos realizados pelas Instituições Federais
de Ensino Superior (IFES), no período de 2010 a 2014,
para o provimento do cargo de secretário-executivo.
O objetivo foi compreender se as provas aplicadas aos
candidatos têm contemplado conteúdos constantes na
descrição do cargo, leis de regulamentação da profissão,
diretrizes e grades curriculares dos cursos superiores
de Secretariado Executivo, de modo que selecionem
profissionais com competências para atender às
necessidades dessas instituições. Os dados, obtidos por
meio de uma análise predominantemente quantitativa,
demonstraram que as IFES não têm considerado
a formação do secretário-executivo de maneira
significativa na construção dessas provas e tampouco
têm elaborado questões diretamente associadas à
descrição do cargo. Concluiu-se que, de modo geral,
os concursos abrangidos pelo recorte da pesquisa não
mensuraram os conhecimentos requeridos para o bom
desempenho das funções desses profissionais, assim
como não utilizaram instrumentos que permitissem
avaliar habilidades e comportamentos.
Palavras-chave: Gestão Universitária. Gestão por
Competência. Secretário-Executivo.
Abstract
This article presents an analysis of the evaluations
of public contests promoted by Brazilian Federal
Universities (IFES), during the period of 2010-2014,
to fill the post of executive assistant. The goal was to
understand whether the tests applied have covered
contents related to in the job description, profession
regulation law, guidelines and the curriculums of
Executive Assistant undergraduate programs, in order
to verify if the tests were able to select professionals with
competencies to meet the needs of these institutions.
The data, obtained from a predominantly quantitative
analysis, demonstrated that the IFES have not
considered the curriculums of the executive assistant
undergraduate programs significantly while elaborating
the contests nor have prepared questions directly related
to the job description. We concluded that, in general, the
contests covered by the research did not measured the
knowledge required for the proper performance of these
professionals, as well as they did not use instruments
that allowed to assess their abilities and behaviors.
Keywords: University Management. Competencies
Management. Executive Assistant.
Este estudo ganha maior relevância e significado
social diante da implantação da Gestão por Compe-
tência no Serviço Público Federal, por meio da Política
Nacional de Desenvolvimento de Pessoal (PNDP)
(Decreto n. 5.707, de 23 de fevereiro de 2006), que
propõe o alinhamento das competências apresenta-
das pelos servidores aos objetivos das organizações.
(BRASIL, 2006)
2 FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA
Esta seção apresenta os temas que fundamen-
taram a realização da pesquisa: “Competência e suas
dimensões”; “Gestão por Competência nas IFES”;
“Operacionalização da Gestão por Competência:
A relevância do recrutamento e da seleção” e “O pro-
fissional de Secretariado Executivo”.
2.1 Competência e suas Dimensões
A preocupação quanto ao desempenho no
trabalho não é recente. No início do século XX, em
uma perspectiva taylorista-fordista de seleção e trei-
namento, em que os postos de trabalho eram “bem
definidos e delimitados” (ZARIFIAN, 2003, p. 11), as
organizações procuravam desenvolver e aperfeiçoar
em seus empregados as habilidades requeridas para a
execução de determinadas funções, ainda que restritas
às especificidades técnicas do trabalho. Segundo Pires
et al. (2005), considerava-se competência o conjunto
de conhecimentos e capacidades que permitia a exe-
cução de uma tarefa.
A complexidade das atividades e das relações
do trabalho, associada às pressões sociais, elevaram
o nível de importância dada aos relacionamentos
no âmbito organizacional. Assim, algumas instâncias
passaram a valorizar os aspectos comportamentais dos
indivíduos como os principais fatores determinantes
para o alcance dos resultados almejados, ampliando o
conceito de competência às atitudes e à capacidade de
relacionar-se socialmente, em uma perspectiva em que
o termo passou também a estar diretamente associado
a referenciais de desempenho.
Mensuráveis a partir de certos comportamentos
passíveis de observação no ambiente de trabalho, as
competências passam a ser, então, elencadas como
1 INTRODUÇÃO
As Instituições Federais de Ensino Superior (IFES)
realizam concursos públicos para o provimento do
cargo de secretário-executivo desde 2006. Para in-
gressar na carreira, o Ministério da Educação (MEC)
exige, além da aprovação no concurso, apresentação
de diploma de curso superior em Secretariado, bem
como habilitação profissional nos termos da Lei n.
7.377, de 30 de setembro de 1985 (atualizada pela
Lei n. 9.261, de 10 de janeiro de 1996) (MEC, 2005).
Também podem participar dos concursos públicos os
profissionais graduados em quaisquer áreas do conhe-
cimento, desde que tenham habilitação profissional
por terem comprovadamente desenvolvido atividades
típicas da profissão por três anos ininterruptos ou cinco
intercalados, até o início de vigência da Lei.
Diante da conjuntura permeada pela complexida-
de que as IFES vivenciam, resultante de sua expansão,
dos avanços tecnológicos e da intensificação do ritmo
de mudanças que vêm ocorrendo na rotina adminis-
trativa das IFES, que passou a requerer profissionais
com competências para lidar com os novos desafios
apresentados à gestão universitária, torna-se relevante
compreender a forma de ingresso e adequação das
funções do profissional de Secretariado Executivo a
essas instituições.
Nesse sentido, este artigo refere-se a uma análise
dos conteúdos abrangidos pelas provas dos concursos
públicos para provimento do cargo de secretário-
-executivo, aplicadas nos últimos cinco anos (de 2010
a 2014). Serão usados como referências a descrição do
cargo, as leis de regulamentação, as diretrizes nacionais
curriculares e os campos do conhecimento constantes
na formação de Secretariado Executivo das universi-
dades públicas brasileiras.
O objetivo é compreender se esses instrumentos
têm contemplado conteúdos alinhados às atividades
a serem desenvolvidas pelos profissionais de Secreta-
riado Executivo nas IFES (descrição do cargo) e aos
conhecimentos e às habilidades por eles apresentadas
(leis de regulamentação da profissão, diretrizes e grades
curriculares dos cursos superiores de Secretariado), de
modo que selecionem profissionais que possam con-
tribuir efetivamente para a consecução dos resultados
almejados por essas organizações.
192 5HYLVWDGH&LrQFLDVGD$GPLQLVWUDomRYQS GH]HPEUR
)HUQDQGD*HUHPLDV/HDO$QD&RULQD)DXVWLQRGD6LOYD0DUFRV%DSWLVWD/RSH]'DOPDX

Para continuar a ler

PEÇA SUA AVALIAÇÃO