O uso do smartphone nas atividades acadêmicas: a percepção dos discentes das ciências sociais aplicadas de uma Universidade Federal

Autor:Bruna Terra Mohad - Alexandre Costa Quintana
Cargo:Mestre em Ciências Contábeis (FURG), 1° Tenente da Marinha do Brasil, Rio Grande/RS, Brasil - Doutor em Controladoria e Contabilidade (USP), Professor da Universidade Federal do Rio Grande (FURG), Rio Grande/RS, Brasil
Páginas:131-151
RESUMO

Muitos discentes estão utilizando a tecnologia móvel, como por exemplo o smartphone, e essa tecnologia está mudando a maneira como esses aprendem. Assim, o objetivo deste estudo é verificar como os discentes dos cursos de Administração, Ciências Contábeis, Ciências Econômicas, Comércio Exterior e Tecnologia em Gestão de Cooperativas, de uma universidade federal percebem o uso do smartphone nas... (ver resumo completo)

 
TRECHO GRÁTIS
131
Artigo
Original
Artigo
Original
Revista Contemporânea de Contabilidade, Florianópolis, v. 17, n. 45, p. 131-151, out./dez., 2020.
Universidade Federal de Santa Catarina. ISSN 2175-8069. DOI : https://doi.org/10.5007/2175-8069.2020v17n45p131
O uso do smartphone nas atividades acadêmicas: a
percepção dos discentes das ciências sociais aplicadas de
uma universidade federal
The use of smartphone in academic activities: the perception of the disciples of applied social
sciences of a federal university
El uso del smartphone en las actividades académicas: la percepción de los discentes de las ciencias
sociales aplicadas de una universidad federal
Bruna Terra Mohad
Mestre em Ciências Contábeis (FURG)
1° Tenente da Marinha do Brasil, Rio Grande/RS, Brasil
brunamohad@yahoo.com.br
http://orcid.org/0000-0001-7834-5445
Alexandre Costa Quintana*
Doutor em Controladoria e Contabilidade (USP)
Professor da Universidade Federal do Rio Grande (FURG),
Rio Grande/RS, Brasil
professorquintana@hotmail.com
https://orcid.org/0000-0001-6896-9465
Endereço do contato principal para correspondência*
Rua Chefe Carlos de Araújo, n 166, Bairro Cassino, CEP: 96206-210 – Rio Grande/RS, Brasil
Resumo
Muitos discentes estão utilizando a tecnologia móvel, como por exemplo o smartphone, e essa tecnologia
está mudando a maneira como esses aprendem. Assim, o objetivo deste estudo é verificar como os discentes
dos cursos de Administração, Ciências Contábeis, Ciências Econômicas, Comércio Exterior e Tecnologia em
Gestão de Cooperativas, de uma universidade federal percebem o uso do smartphone nas atividades
acadêmicas por meio do TAM2. Foi aplicado um questionário na amostra de 596 discentes. A análise foi
realizada por meio de estatísticas descritivas, análise fatorial exploratória e equações estruturais. Os
resultados indicam que a Intenção Comportamental sofre influência positiva das seguintes variáveis:
Facilidade de Uso Percebida, Utilidade Percebida e Norma Subjetiva. Quanto a Utilidade Percebida, essa
pode ser influenciada positivamente pelas seguintes variáveis: Facilidade de Uso Percebida, Norma Subjetiva,
Relevância para o Trabalho e Qualidade de Saída. As principais contribuições estão relacionadas a ideia que
os discentes aceitam o uso do smartphone para as atividades acadêmicas, e o docente pode planejar as suas
ações acadêmicas contando com o smartphone como uma ferramenta fundamental para o processo de ensino
aprendizagem, que permitirá uma maior mobilização dos estudantes no desenvolvimento de suas atividades.
Palavras-chave: Smartphone; Modelo de Aceitação da Tecnologia 2; Discentes
Abstract
Many students are using mobile technology, such as the smartphone, and this technology is changing the way
they learn. Thus, the objective of this study is to verify how the students of the courses of Administration,
Accounting Sciences, Economic Sciences, Foreign Trade and Technology in Cooperative Management of a
federal university perceive the use of smartphone in academic activities through TAM2. A questionnaire was
applied to the sample of 596 students. The analysis was through descriptive statistics, exploratory factorial
analysis and structural equations. The results indicate that the Behavioral Intention is positively influenced by
the following variables: Perceived Ease of Use, Perceived Utility and Subjective Norm. As for Perceived Utility,
this can be positively influenced by the following variables: Perceived Ease of Use, Subjective Norm,
Relevance to Work and Output Quality. The main contributions are related to the idea that students accept the
use of smartphones for academic activities, and the teacher can plan his academic actions with the
smartphone as a fundamental tool for the teaching-learning process, which will allow greater mobilization of
students in the development of their activities.
Keywords: Smartphone; Technology Acceptance Model 2; Students
O uso do smartphone nas atividades acadêmicas: a percepção dos discentes das ciências sociais aplicadas de uma universidade federal
132
Revista Contemporânea de Contabilidade, Florianópolis, v. 17, n. 45, p. 131-151, out./dez., 2020.
Universidade Federal de Santa Catarina. ISSN 2175-8069. DOI : https://doi.org/10.5007/2175-8069.2020v17n45p131
Resumen
Muchos estudiantes están utilizando la tecnología móvil, como por ejemplo el smartphone, y esta tecnología
está cambiando la forma en que estos aprenden. Así, el objetivo de este estudio es verificar cómo los
discentes de los cursos de Administración, Ciencias Contables, Ciencias Económicas, Comercio Exterior y
Tecnología en Gestión de Cooperativas, de una universidad federal perciben el uso del smartphone en las
actividades académicas por medio del TAM2. Se aplicó un cuestionario en la muestra de 596 alumnos. El
análisis fue a través de estadísticas descriptivas, análisis factorial exploratorio y ecuaciones estructurales. Los
resultados indican que la Intención del comportamiento está influenciada positivamente por las siguientes
variables: facilidad de uso percibida, utilidad percibida y norma subjetiva. En cuanto a la utilidad percibida,
esto puede verse influido positivamente por las siguientes variables: facilidad de uso percibida, norma
subjetiva, relevancia para el trabajo y calidad de salida. Las principales contribuciones están relacionadas con
la idea de que los estudiantes aceptan el uso de teléfonos inteligentes para actividades académicas, y el
profesor puede planificar sus acciones académicas con el teléfono inteligente como herramienta fundamental
para el proceso de enseñanza-aprendizaje, lo que permitirá una mayor movilización de los estudiantes en el
desarrollo de sus actividades.
Palabras clave: Smartphone; Modelo de aceptación de la tecnología 2; Discentes
1 Introdução
As Tecnologias da Informação e Comunicação são utilizadas para diversas atividades, tais como:
acessar notícias, comunicar-se com outras pessoas, estudar, realizar transações financeiras, entre outras.
Briz-Ponce et al. (2017) afirmam que as tecnologias afetaram diferentes setores da sociedade, tais como:
educação, medicina e comunicação. Os métodos da educação iniciaram pela invenção da escrita, evoluíram
e chegaram ao quadro negro e o giz, as quais permaneceram por muito tempo como as únicas ferramentas
de ensino, mas, nas últimas décadas, houve avanços tecnológicos ainda não vistos em toda a história (LUCA,
2014). Briz-Ponce et al. (2017) também chegam à conclusão que, durante a última década, ocorreu um
aumento significativo no número de linhas móveis no mundo. Isso demonstra a importância das novas
tecnologias para a sociedade, ressaltando que a educação dos discentes faz parte da formação dessa
sociedade.
Para Sánchez e Hueros (2010), o novo modelo de aprendizagem, na Europa para o ensino superior,
baseia-se numa visão construtivista da aprendizagem, cujo conhecimento acontece em sala de aula e em
outros espaços, bem como no espaço virtual. Os autores ainda afirmam que essas tecnologias são
ferramentas que podem contribuir para a aquisição de conhecimento. Além disso, a tecnologia também
permite a chamada sala de aula invertida, visto que os docentes disponibilizam o material antecipadamente
aos discentes, os quais farão uma leitura prévia fora da sala de aula, para, posteriormente, discutir o tema
com seu docente e seus colegas no ambiente escolar. Nesse sentido, o smartp hone é uma ferramenta que
permite essa aprendizagem de forma autônoma. A tecnologia não é o único caminho para melhorar o ensino-
aprendizagem, mas é uma importante alternativa para o desenvolvimento de toda a sociedade, ou seja, a
tecnologia também pode contribuir para o desenvolvimento da aprendizagem dos discentes, sendo o foco
deste estudo (GESSER, 2012).
Conforme Mac Callum, Jeffrey e Kinshuk (2014), com o tempo, a tecnologia tornou-se mais poderosa
e generalizada, e, assim, forneceu aos educadores uma valiosa ferramenta para ajudar no processo de
aprendizagem dos discentes. As tecnologias podem ser usadas como uma ferramenta de ensino e
aprendizagem educacional, proporcionando ao discente acesso ao conhecimento, de maneira que possa se
organizar conforme o seu tempo disponível, independente do lugar que esteja. Para Adewole-Odeshi (2014),
os discentes, mesmo estando em suas casas ou, até mesmo, em salas de aula, podem receber uma palestra
sem ver o palestrante pessoalmente.
Pode-se considerar que as tecnologias móveis são populares, ou melhor, estão ao alcance da maioria
dos discentes (BUABENG-ANDOH, 2018). Há um crescente uso das tecnologias móveis, em virtude desses
dispositivos serem portáteis e pelas suas funcionalidades (BARBOSA et al., 2007). Esse fato,
consequentemente, levou os indivíduos a um amplo uso diário, especialmente entre os jovens, visto que,
desde 2010, as vendas de dispositivos móveis não pararam de crescer (MOREIRA et al., 2017).
Buabeng-Andoh (2018) afirma que ocorreu uma proliferação das tecnologias móveis, utilizada pelos
alunos para aprendizagem móvel (m-learning). Assim, o smartphone permite o aprendizado dos discentes a
qualquer hora e qualquer momento, tornando possível aproveitar o tempo disponível da rotina diária deles
para o seu estudo e aprendizado. Além disso, os smartphones, bem como outros dispositivos móveis, podem
ser recursos didáticos úteis para desenvolvimento de estudos universitários presenciais ou a distância. Os
smartphones estão se tornando cada vez mais presentes e transformando, diariamente, práticas sociais. Não
são mais, apenas, uma ferramenta de comunicação; em alguns casos, tornaram-se instrumentos de vida
social e profissional, e, possivelmente, um poderoso instrumento na vida acadêmica (VALQUEZ-CANO,
2014).

Para continuar a ler

PEÇA SUA AVALIAÇÃO