Tecendo autonomia tecnológica nas povoações indígenas: telefonia celular comunitária em Oaxaca, México

Autor:Carlos F. Baca Feldman - Erick Huerta Velázquez - María Álvarez Malvido - Daniela Parra Hinojosa - Karla Velasco Ramos
Páginas:309-324
RESUMO

As comunidades indígenas de Oaxaca no México, desde 2013, geraram uma ruptura no espectro de rádio. A criação das primeiras redes comunitárias de telefonia celular no mundo desencadeou um processo que perturba as formas organizacionais tradicionais de telecomunicações. Isso graças à colaboração de comunidades nativas e hackers, apoiados por duas organizações sociais (Rhizomatica e REDES A.C.).... (ver resumo completo)

 
TRECHO GRÁTIS
291
Tecelagem da autonomia tecnológica nos povos indígenas:
telefonia celular comunitária em Oaxaca, México
16 Tecelagem da autonomia tecnológica
nos povos indígenas: telefonia celular
comunitária em Oaxaca, México
Carlos F. Baca-Feldman, Erick Huerta Velázquez,
María Álvarez Malvido, Daniela Parra Hinojosa e
Karla Velasco Ramos
Nota: este trabalho está baseado em Huerta, E. e Bloom, P. (2017). Manual
de Telefonía Celular Comunitaria. Conectando al siguiente billón. México:
Redes por la Diversidad, Equidad y Sustentabilidad A.C.
Resumo
As comunidades indígenas de Oaxaca no México, desde 2013,
geraram uma ruptura no espectro de rádio. A criação das
primeiras redes comunitárias de telefonia celular no mundo
desencadeou um processo que perturba as formas organiza-
cionais tradicionais de telecomunicações. Isso graças à co-
laboração de comunidades nativas e hackers, apoiados por
duas organizações sociais (Rhizomatica e REDES A.C.). Mais
tarde, em 2016, o surgimento do Telecomunicaciones Indíge-
nas Comunitarias A.C.326 permitiu a consolidação de um pro-
jeto no qual, pela primeira vez, as próprias comunidades são
proprietárias e operam suas próprias redes comunitárias que
oferecem serviços de telefonia móvel. A particularidade des-
sa experiência reside nas bases legais, tecnológicas, econô-
micas e organizacionais de um modelo baseado na noção de
espectro como um bem comum e que pode ajudar significati-
vamente a conectar o próximo bilhão de maneira sustentável.
No presente, descrevemos e analisamos essas características,
juntamente com suas dimensões contextuais, para compreen-
der as possibilidades, limites e contradições dessa forma de
apropriação tecnológica.
16.1 Introdução
Em 2013, em Talea de Castro, Oaxaca, foi instalada a primeira rede
comunitária de telefonia celular no México. A ruptura que gerou
326 Veja <https://www.tic-ac.org/>.

Para continuar a ler

PEÇA SUA AVALIAÇÃO