Prefácio à entrevista do ministro Sydney Sanches

Autor:Fernando de Castro Fontainha/Marco Aurélio Vannucchi Leme de Mattos/Leonardo Seiichi Sasada Sato
Páginas:11-17
 
TRECHO GRÁTIS
11
SYDNEY SANCHES
Esta pesquisa pretende trazer às comemorações dos
25 anos da Constituição Federal um novo discurso científico
sobre a Suprema Corte brasileira: sua história oral. Numa em-
preitada da FGV Direito Rio, em conjunto com a Direito GV e
o CPDOC, pretende se reconstruir e reinterpretar a história
recente do STF a partir de entrevistas com os magistrados que
a compuseram nestes últimos 25 anos, com recurso ao méto-
do-fonte-técnica da História Oral. A perspectiva dos atores
que compuseram a corte e a maneira como eles reinterpretam
fatos à luz de experiências vividas permitirão a construção de
uma narrativa sobre os aspectos sociais e políticos da história
recente do Supremo. Contando-nos a história da sua relação
com a instituição, nos contarão a história da instituição.
Sete etapas foram previstas para a realização da pesqui-
sa: (1) um breve programa de capacitação metodológica a ser
ministrado pelos pesquisadores aos assistentes de pesquisa e
bolsistas de iniciação científica, (2) a coleta de dados sobre o
STF no período em questão, (3) a coleta de dados específica so-
bre cada um dos ministros a serem entrevistados, (4) a conso-
lidação dos dados coletados e a elaboração dos roteiros de en-
trevista, (5) a realização das entrevistas com os ministros, (6)
o tratamento e a análise dos dados coletados, e, finalmente, (7)
a elaboração dos produtos finais da pesquisa, entre os quais se
destaca a presente entrevista com o ministro Sydney Sanches.
O que efetivamente esta pesquisa visa produzir é uma
história oral temática, não uma história oral tradicional, no
seu sentido mais amplo. O que se pretende é a construção de
uma biografia institucional do STF com o marco temporal da
vigência da Constituição Federal de 1988, sendo certo que esta
se consubstancia numa espécie de biografia coletiva daqueles
que o integram e o integraram nesse período. O interesse é esta-
belecer conexões entre a trajetória dos seus ministros e ex-mi-
nistros – e não sua biografia ou sua história de vida – e a corte.
Note-se a existência de uma dupla perspectiva: individual e ins-

Para continuar a ler

PEÇA SUA AVALIAÇÃO