Práticas gerenciais e inovação: um estudo em empresas do porto digital do Recife (PE)

Autor:Isabella Cristina Dantas, Juliana Gonçalves de Araújo, Leilson Vanderson Barbosa da Silva, Umbelina Cravo Teixeira Lagioia
Páginas:48-68
RESUMO

Este estudo objetiva verificar as relações entre as práticas de controle gerencial e inovação adotadas pelas empresas vinculadas ao Porto Digital. Foram obtidos 30 questionários válidos na pesquisa, objetivando identificar há relação entre as características da empresa e inovação (hipótese 1), concluindo-se que as empresas que prestam contas aos sócios tendem a não investir em inovação, sugerindo ... (ver resumo completo)

 
TRECHO GRÁTIS
DOI: http://dx.doi.org/10.5007/2175-8069.2018v15n35p48
48
ISSN 2175-8069, UFSC, Florianópolis, v. 15, n. 35, p. 48-
68, abr./jun. 2018
Práticas gerenciais e inovação: um estudo em empresas do porto digital do
Recife (PE)
Management practices and innovation: a study in digital port of Recife (PE)
Prácticas de gestión e innovación: un estudio en empresas porto digital en Recife (PE)
Isabella Christina Dantas Valentim
Mestre em Ciências Contábeis na Universidade Federal de Pernambuco
Professora do Instituto de Educação Superior da Paraíba
Endereço: Rua João Vieira Carneiro, 645, Pedro Gondim
CEP: 58.031-080 João Pessoa/PB - Brasil
E-mail: isabella.cdantas@gmail.com
Telefone: (83) 9 9971-2556
Juliana Gonçalves de Araújo
Doutora em Administração na Universidade Federal de Pernambuco
Professora da Faculdade dos Guararapes
Endereço: Rua Muniz Tavares, nº147, Jaqueira
CEP: 52050-170 Recife/PE - Brasil
E-mail: juhliana.araujo@gmail.com
Telefone: (81) 98522-9600
Leilson Vanderson Barbosa da Silva
Mestre em Ciências Contábeis na Universidade Federal de Pernambuco
Professor da Faculdade Nova Roma
Endereço: Rua Dr João Coimbra, 222, Madalena
CEP: 50610-310 Recife/PE - Brasil
E-mail: leilsonvanderson15@gmail.com
Telefone: 81 9 99779150
Umbelina Cravo Teixeira Lagioia
Doutora em Administração na Universidade Federal de Pernambuco
Professora da Universidade Federal de Pernambuco
Endereço: Av dos Reitores s/n, Cidade Universitária- Recife, PE - Brasil
CEP: 50670-901 Recife/PE - Brasil
E-mail: umbelinalagioia@gmail.com
Telefone: 81 9 8854-0770
Artigo recebido em 09/12/2016. Revisado por pares em 14/10/2017. Reformulado em
30/11/2017. Recomendado para publicação em 15/06/2018 por Carlos Eduardo Facin
Lavarda (Editor-Chefe). Publicado em 30/06/2018.
Isabella Cristina Dantas, Juliana Gonçalves de Araújo, Leilson Vanderson Barbosa da Silva, Umbelina Cravo
Teixeira Lagioia
49
ISSN 2175-8069, UFSC, Florianópolis, v. 15, n. 35, p. 48-68, abr./jun. 2018
Resumo
Este estudo objetiva verificar as relações entre as práticas de controle gerencial e inovação adotadas
pelas empresas vinculadas ao Porto Digital. Foram obtidos 30 questionários válidos na pesquisa,
objetivando identificar há relação entre as características da empresa e inovação ( hipótese 1),
concluindo-se que as empresas que prestam contas aos sócios tendem a não investir em inovação,
sugerindo que talvez haja uma preocupação de curto prazo com o resultado da empresa. O estudo
também analisou outras duas hipóteses, indicando que algumas práticas gerenciais tradicionais estão
associadas a existência de P&D (rejeitando a hipótese 2, ex.: orçamento e avaliação de desempenho),
e não evidenciando significância entre práticas contemporâneas e P&D (hipótese 3). A fim de encontrar
outras proxies para inovação e constatação da diferença entre práticas gerenciais tradicionais e
contemporâneas, foi utilizada a análise fatorial. Verificou-se associação positiva entre uso de técnicas
mais avançadas e gestão de pessoas mais permissiva rejeitando a ideia de restrições advindos do
controle interferindo na gestão de pessoas. Adicionalmente, verificou-se que a flexibilização do horário
dos funcionários não é considerada uma prática que proporciona inovação e também não costuma ser
praticada mesmo por aquelas empresas que se dizem mais inovadoras.
Palavras-chave: Inovação; Práticas Gerenciais; Contabilidade; Controle
Abstract
This study aims to verify how relations between management practices and innovation practices
adopted by companies linked to Digital Port. We obtained 30 valid questionnaires in the researc h,
aiming to identify the relationship between the characteristics of the company and innovation
(hypothesis 1), concluding that as companies that report to partners tend not to invest in innovation,
suggesting that there may be a short-term concern term with the result of the company. The study also
analyzed two other hypotheses, indicating that some traditional managerial practices are associated
with the existence of R & D (rejecting hypothesis 2, eg: budget and performance evaluation), and not
showing significance between contemporary practices and R & D hypothesis 3). In order to find other
proxies for innovation and to verify the difference between traditional and contemporary managerial
practices, a factor analysis was used. There was a positive association between the use of more
advanced techniques and more permissive people management, rejecting an idea of control restrictions
interfering with people management. Additionally, it has been found that flexibilization of non-ethical
employees' hours is a practice that is innovative and is not usually practiced even by those companies
that say they are more innovative.
Keywords: Innovation; Management Practices; Accounting; Control
Resumen
Este estudio objetiva verificar como relaciones entre prácticas de control gerencial e innovación
adoptadas por las empresas vinculadas al Puerto Digital. Se obtuvieron 30 cuestionarios válidos en
la investigación, con el objetivo de identificar una relación entre características de la empresa e
innovación (hipótesis 1), concluyendo que como empresas que prestan cuentas a socios tienden a no
invertir en innovación, sugiriendo que tal vez haya una preocupación de corto plazo plazo con el
resultado de la empresa. El estudio también analizó otras dos hipótesis, indicando que algunas
prácticas gerenciales tradicionales están asociadas a la existencia de I & D (rechazando la hipótesis
2, por ejemplo: presupuesto y evaluación de desempeño), y no evidenciando significancia entre
prácticas contemporáneas y I + D (hipótesis 3). A fin de encontrar otras proxies para innovación y
constatación de la diferencia entre prácticas gerenciales tradicionales y contemporáneas, se utilizó un
análisis factorial. Se verificó una asociación positiva entre el uso de técnicas más avanzadas y la
gestión de personas más permisiva rechazando una idea de restricciones provenientes del control
interfiriendo en la gestión de personas. Adicionalmente, se verificó que la flexibilización del horario
de los funcionarios no ética una práctica que es innovadora y tampoco suele ser practicada incluso
por aquellas empresas que se digan más innovadoras.
Palabras clave: Innovación; Las prácticas de manejo; Contabilidad; Control

Para continuar a ler

PEÇA SUA AVALIAÇÃO