O egresso do sistema prisional: educação escolar, emprego e inclusão social

Autor:Peterson Elizandro Gandolfi - Joelma Lúcia Vieira Pires - Maria Raquel Caixeta Gandolfi
Cargo:Doutorando em Administração de Empresas pela Fundação Getulio Vargas (EAESP) - Graduação em Pedagogia pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), 1995 - Possui graduação em Graduaçao em Ciências Econômicas pela Universidade Federal de Uberlândia (1996) - Graduado em Direito pela Universidade Federal de Pelotas (1992)
Páginas:87-96
RESUMO

Introdução; 1 Educação, emprego e o problema econômico; 2 A especialização do mercado de trabalho; 2.1 Uma análise sobre a qualificação dos empregos no Brasil; 2.2 Emprego e qualificação profissional: uma análise parcial de dados; 3 A questão do emprego e o problema da qualificação profissional perante a reinserção social do egresso do sistema prisional; 4 A reinserção social do egresso do... (ver resumo completo)

 
TRECHO GRÁTIS
O EGRESSO DO SISTEMA PRISIONAL: EDUCAÇÃO ESCOLAR, EMPREGO E
INCLUSÃO SOCIAL
THE FORMER CONVICTS: SCHOOL EDUCATION, EMPLOYMENT AND SOCIAL
INCLUSION
Peterson Elizandro Gandolfi1
Joelma Lúcia Vieira Pires2
Maria Raquel Caixeta Gandolfi3
Roberto Bueno4
Sumário: Introdução; 1 Educação, emprego e o problema econômico; 2 A especialização do mercado de
trabalho; 2.1 Uma análise sobre a qualificação dos empregos no Brasil; 2.2 Emprego e qualificação
profissional: uma análise parcial de dados; 3 A questão do emprego e o p roblema da qualificação
profissional perante a reinserção social do egresso do sistema prisional; 4 A reinserção social do egresso
do sistema prisional: um estudo de caso; Conclusão; Referências.
Resumo: O presente artigo considera a escassez de postos de trabalho formais e analisa o problema da
reinserção social dos egressos do sistema prisional no mercado de trabalho. Como alternativa ao referido
problema, os autores desenvolvem um estudo de caso compreendendo a possibilidade do interesse da
iniciativa privada pela força de trabalho de apenados objetivando inicialmente a diminuição do s custos do
processo produtivo e conseqüentemente dando oportunidade de inclusão desses detentos no mercado d e
trabalho.
Palavras-chave: inclusão social; educação; geração de trabalho e renda; emprego.
Abstract: This article considers the lack of formal jobs and analyses the problem of social reintegration
of prisioners at the labour market. As an alternative to that problem the authors develop a ca se study
including the possibility of the interest of private initiative by the workforce of prisioners aiming initially
to lower costs of the production process and therefore giving opportunity for social inclusion in the labour
market.
Keywords: social inclusion; education; generation of work and income, employment.
1 Doutorando em Administração de Empresas pela Fundação Getulio Vargas (EAESP). Graduado em Engenharia Elétrica e possui
mestrado em Administração pela Universidade Federal de Uberlândia. Trabalhou como consultor e instrutor por 10 anos em
projetos em várias organizações nacionais e internacionais, atuando principalmente com gestão da qualidade, processos o
produtivos. Atualmente é professor e coordenador do curso de Administração do Campus do Pontal da Universidade Federal de
Uberlândia. Áreas de Interesse: economia solidária, open innovation e sustentabilidade.
2 Graduação em Pedagogia pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), 1995; especialização em metodologia do ensino
pela Faculdade de C iências Humanas de Pedro Leopoldo (MG), 1996; mestrado em Ed ucação (Administração Escolar) pela
Universidade de São Paulo (USP), mar. 2000; doutorado pelo departamento de Ciências Sociais na Educação da Faculdade de
Educação da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), fev. 2008. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em
Política Educacional, atuando principalmente n os seguintes temas: competências-formação-política educacional-ensino-gestão
escolar-currículo-trabalho e educação. Iniciou a atuação como professora do ensino superior em 2000. Foi Professora Substituta do
departamento de Educação da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). É Professora Adjunta II da Faculdade de Educação da
Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Iniciou a atuação como pesquisadora em 1993. Foi pesquisadora do Program a Especial
de Treinamento d a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (PET/CAPES), da Faculdade de Educação da
UFMG, durante a graduação. Foi pesquisadora de aperfeiçoamento do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e
Tecnológico (CNPq), após a graduação. Nos cursos de mestrado e de doutorado foi bolsista da CAPES.
3 Possui graduação em Graduaçao em Ciências Econômicas pela Universidade Federal de Uberlândia (1996) e mestrado em
Desenvolvimento Econômico pela Universidade Federal de Uberlândia (2001). Atualmente é professora que trabalha como
voluntária da Incubadora de Empreendimentos Solidários da UFU e desenvolve projetos de economia solidária no Campus da UFU
na cidade de Ituiutaba-MG.
4 Graduado em Direito pela Universidade Federal de Pelotas (1992), Especialista em Ciência Política e Direito Constitucional pelo
Centro de Estudos C onstitucionais de Madrid (1994), mestre em Filosofia do Direito e Teoria do Estado pela Fundação de Ensino
Eurípides Soares da Rocha (2006). Cursou créditos completos no curso de doutorado em Filosofia do Direito da Universidade
Autônoma de Madrid (doutorado incompleto). Doutorando em Filosofia do Direito pela Universidade Federal do Paraná (UFPR),
2009. Possui experiência administrativa em coordenação de Curso de Direito. Atua na linha de pesquisa Filosofia do Direito e sua
interface com Teoria do Direito e Filosofia Moral e Política bem como com os aspectos evolutivos do Direito Constitucional.
Atualmente é professor efetivo da Faculdade de Direito da Universidade Federal de Uberlândia.

Para continuar a ler

PEÇA SUA AVALIAÇÃO