Editorial

Autor:Carlos Eduardo Facin Lavarda - Fabricia Silva da Rosa
Cargo:Editor-Chefe - Editora-Adjunta
Páginas:1-2
 
TRECHO GRÁTIS
1
ISSN 2175-8069, UFSC, Florianópolis, v.14, n. 33, p. 01-02, set./dez. 2017
Editorial
A Revista Contemporânea de Contabilidade, editada pelo Programa de Pós-Graduação
em Contabilidade da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), lança o terceiro número
de 2017, v. 14, n. 33.
O primeiro artigo, dos autores Camila Pereira Boscov e Luiz Nelson Guedes de
Carvalho analisa as principais mudanças organizacionais ocorridas com o processo de
implementação do IFRS, categorizando os impactos encontrados em relação aos elementos de
mudanças na cultura, estrutura, sistemas e pessoas.
O segundo artigo analisa a eficiência técnica relativa das empresas brasileiras
distribuidoras de energia elétrica que passaram por maiores transformações devido a
transferência de controle acionário para empresas privadas, dos autores Cristiano Rempel,
Carlos Alberto Diehl, Vanessa de Quadros Martins e Peter Bent Hansen.
Rodney Wernke e Ivone Junges são autores do terceiro artigo, que analisa os níveis de
frequência de uso e de importância atribuída aos indicadores não financeiros e respectivas
informações pelos gestores de empresas sediadas na microrregião da Amurel/SC.
Com o objetivo de ampliar as discussões sobre a configuração do fluxo de fundos bem
como as instituições ligadas direta ou indiretamente ao ambiente de microfinanças brasileiro, o
quarto artigo é apresentado pelos autores Paulo Augusto Ramalho de Souza e Maria do Carmo
Romeiro.
O quinto artigo, de Daniele Silva Rodrigues, Nálbia de Araújo Santos, Monique da Silva
Santana e Ana Paula Moreira Lemes, analisam o desempenho acadêmico alcançado pelos
estudantes dos cursos de Ciências Contábeis no Exame Nacional de Desempenho dos
Estudantes (Enade), nas edições de 2006, 2009 e 2012, com o objetivo de verificar se existem
diferenças significativas de desempenho acadêmico entre os grupos étnicos, gêneros, perfil
socioeconômico e características das IES.
Luís Antonio Lay, Michele Gonçalves e Paulo Roberto da Cunha, verificaram a relação
entre o gênero na composição do conselho de administração e do comitê de auditoria com o
audit delay, no sexto artigo desta edição.
O sétimo artigo teve por objetivo avaliar se a emissão de relatório de auditoria com
opinião modificada impacta a sequência do contrato entre auditor e cliente, bem como se o fato
da firma de auditoria ser uma big four ou a empresa auditada adotar práticas de governança
corporativa reduz o risco de descontinuidade da relação contratual, mesmo com a emissão de
evista
ontemporânea de
ontabilidade
C
R
C

Para continuar a ler

PEÇA SUA AVALIAÇÃO