Editorial

Autor:Carlos Eduardo Facin Lavarda
Cargo:Editor
Páginas:1-2
 
TRECHO GRÁTIS
1
ISSN 2175-8069, UFSC, Florianópolis, v.14, n. 31, p. 01-02, jan./abr. 2017
Editorial
A Revista Contemporânea de Contabilidade, editada pelo Programa de Pós-Graduação
em Contabilidade da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), lança o primeiro número
de 2017, v. 14, n. 31. Nesta edição, apresentamos oito artigos de diversos pesquisadores
nacionais e internacionais.
O primeiro artigo, da autora Luciana Siqueira Ambrozini, verifica a influência das
pressões internas, representadas pela estrutura de governança corporativa das organizações, e
pressões externas, representadas pelo ambiente institucional legal e pressões exercidas por
acionistas e credores, sobre a utilização de padrões de divulgação de informações
socioambientais voluntárias amplamente aceitos.
O segundo artigo analisa a influência dos ativos intangíveis na relevância da
informação contábil. A metodologia utilizada caracterizou -se como descritiva, documental e
quantitativa. A amostra do estudo constituiu-se de 164 empresas listadas na BM&FBOVESPA,
no período de 2010 a 2013, dos autores Alini da Silva, Taciana Rodrigues de Souza e Roberto
Carlos Klann.
Maria Teresa Venâncio Dores Alves e Maria Olímpia Alvarez de Sousa Fernandes
Pascoal são autores do terceiro artigo, que analisa a conformidade com a Norma Contabilística
e de Relato Financeiro (NCRF) 17 da informação produzida por uma empresa do setor
agropecuário, que continua a desempenhar um papel fulcral na economia e na sociedade
portuguesa.
Com o objetivo de identificar as razões da não utilização de incentivos fiscais à inovação
tecnológica da Lei do Bem por empresas privadas de capital aberto, listadas no segmento novo
mercado de governança corporativa da BM&FBovespa, o quarto artigo é apresentado pelos
autores Oderlene Vieira de Oliveira, Elisangela Freires Zaba e Sérgio Henrique Arruda
Cavalcante Forte.
O quinto artigo, de Sylvia Rejane Magalhães Domingos, Vera Maria Rodrigues Ponte,
Edilson Paulo e Roberta Carvalho de Alencar, investiga a prática de gerenciamento de
resultados por parte das companhias nos períodos próximos ao de realização de oferta pública
de ações.
Carlos Eduardo dos Reis, Diana Vaz de Lima e Marcelo Driemeyer Wilbert, apresentam
o sexto artigo com o objetivo de analisar o impacto do registro contábil da provisão matemática
previdenciária dos servidores públicos federais no Balanço Geral da União (BGU).
evista
ontemporânea de
ontabilidade
R

Para continuar a ler

PEÇA SUA AVALIAÇÃO