Conflito e cooperação na bacia do prata: os interesses e contextos políticos como base para a (in)efetividade de um regime internacional

Autor:Armando Gallo Yahn Filho
Cargo:Doutor, Professor do Instituto de Economia da Universidade Federal de Uberlândia (UFU); Pesquisador do Núcleo de Estudos e Pesquisa em Relações Internacionais da Universidade Federal de Uberlândia (UFU)
Páginas:157-171
RESUMO

Este trabalho tem por objetivo fazer uma análise das relações internacionais na Bacia do Prata, no que tange ao seu aproveitamento hídrico, analisando a (in)efetividade do Tratado da Bacia do Prata. Se, por um lado, as relações hostis entre Brasil e Argentina, decorrentes da incompatibilidade de seus projetos de aproveitamento hidrelétrico do Rio Paraná, nas décadas de 1960 e 1970, caracterizam... (ver resumo completo)

 
TRECHO GRÁTIS
157
CONFLITO E COOPERAÇÃO NA BACIA DO PRATA: OS
INTERESSES E CONTEXTOS POLÍTICOS COMO BASE PARA
A (IN)EFETIVIDADE DE UM REGIME INTERNACIONAL(*)
CONFLICT AND COOPERATION IN THE PLATA BASIN: THE INTERESTS
AND POLITICAL CONTEXTS AS BASIS FOR THE (IN)EFFECTIVENESS OF
AN INTERNATIONAL REGIME
Armando Gallo Yahn Filho(**)
Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia (MG), Brasil
Resumo: Este trabalho tem por objetivo fazer uma análise das relações internacionais na Bacia
do Prata, no que tange ao seu aproveitamento hídrico, analisando a (in)efetividade do Tratado
da Bacia do Prata. Se, por um lado, as relações hostis entre Brasil e Argentina, decorrentes da in-
compatibilidade de seus projetos de aproveitamento hidrelétrico do Rio Paraná, nas décadas de
1960 e 1970, caracterizam uma fase predominantemente realista na Bacia do Prata, por outro, o
projeto da Hidrovia Paraguai-Paraná, iniciado nos anos 1980, representa a tentativa de afirma-
ção de uma tendência multilateralista das relações internacionais na região, fundamentada na
teoria da interdependência complexa.
Palavras-chave: Bacia do Prata; Relações Internacionais; Regime Internacional.
Abstract: This work aims to make an analysis of the international relations inthePlataRiver
Basin, analyzingthe (in)effectivenessofthePlata Basin Treaty. If, one hand, the hostile relations
between Brazil and Argentina, resulting from the incompatibility of their projects for hydroe-
lectricityin the Paraná River, during the decades of 1960 and 1970, features a predominantly
realistic phase in the Plata Basin, on the other the Paraguay-Paraná Waterway´s project, whi-
chwasstarted in 1980, representsan attempt to claim a multilateral trend for the international
relations in the region, based on the theoryofcomplexinterdependence.
Keywords: Plata Basin; International Relations; International Regime.
(*) Este artigo está inspirado em um trabalho de mesma e única autoria, apresentado no III Encontro da Associação Nacional
de Pós-graduação e Pesquisa em Ambiente e Sociedade (ANPPAS), realizado em 2006, na cidade de Brasilia-DF.
(**) Doutor, Professor do Instituto de Economia da Universidade Federal de Uberlândia (UFU); Pesquisador do Núcleo
de Estudos e Pesquisa em Relações Internacionais da Universidade Federal de Uberlândia (UFU). E-mail: <agyahn@
gmail.com>. Recebido em: 21.03.2014, aceito em: 02.10.2014.

Para continuar a ler

PEÇA SUA AVALIAÇÃO