Bibliografia

Autor:Jônatas Luiz Moreira de Paula
Ocupação do Autor:Advogado. Mestre (UEL), Doutor (UFPR) e Pós-Doutor (Universidade de Coimbra). Professor Titular e Coordenador do Programa de Mestrado em Direito da UNIPAR (Universidade Paranaense)
Páginas:523-536
 
TRECHO GRÁTIS

Page 523

ADOMEIT, Klaus. Filosofia do Direito e do Estado. vol. 1. Tradução de Elisete Antoniuk. Porto Alegre: Sérgio Antonio Fabris Editor, 2000.

AGOSTINHO, Santo. Confissões. Tradução de Alex Marins. São Paulo: Martin Claret, 2005.

ALIGHIERI, Dante. Da Monarquia. Tradução de João Penteado E. Stevenson. Rio de Janeiro: Tecnoprint Gráfica S.A., 1967.

ALMEIDA, Ângela Mendes de. A República de Weimar e a ascensão do nazismo. São Paulo: Brasiliense, 1999.

ALTHUSSER, Louis. Sobre a Dialética Materialista (Da Desigualdade das Origens). Tradução de Dirceu Lindoso. Dialética e Ciências Sociais (organizado por Wanderley Guilherme dos Santos). Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1967.

_____. Aparelhos Ideológicos de Estado. 8. ed. Tradução de Walter José Evangelista e Maria Laura Viveiros de Castro. Rio de Janeiro: Edições Graal, 1985.
_____. Como ler ‘O Capital’. [s.t.]. Disponível em www.insrolux.org/textosmarxistas/reformaourevolucao1.htm Acesso em 18/06/06.

AMARAL, Diogo Freitas do. História das Idéias Políticas. vol. 1. Coimbra: Almedina, 1999.

ANDERSON, Perry. Passagens da Antiguidade ao Feudalismo. Tradução de Beatriz Sidou. São Paulo: Brasiliense, 2000.

AQUINO, São Tomás de. Coleção Os Pensadores. Questões discutidas sobre a verdade. Tradução de Luiz João Baraúna. São Paulo: Nova Cultural, 2000.

ARENDT, Hannah. As Origens do Totalitarismo. Tradução de Roberto Raposo. São Paulo: Companhia das Letras, 1989.

ARISTÓTELES. A Política. Tradução de Roberto Leal Pereira. São Paulo: Martins Fontes, 2002. _____. Ética a Nicômaco. Tradução de Edson Bini. Bauro: Edipro, 2002.

BAIGENT, Michel; LEIGH, Richard. A Inquisição. Tradução de Marcos Santarrita. Rio de Janeiro: Imago, 2001.

Page 524

BARRETO, Vicente. Curso de Introdução ao Pensamento ao Pensamento Político Brasileiro. Unidades I e II. Brasília: Ed. Universidade de Brasília, 1982.

BARRETO, Vicente; PAIM, Antonio; RODRIGUES, Ricardo Vélez. Curso de Introdução ao Pensamento Político Brasileiro. Unidades V e VI. Brasília: Ed. Universidade de Brasília, 1982.

BATALHA, Wilson de Souza Campos; RODRIGUES NETTO, Sílvia Marina L. de. Filosofia Jurídica e História do Direito. Rio de Janeiro: Forense, 2000.

BERTONHA, João Fábio. Fascismo, Nazismo, Integralismo. São Paulo: Ática, 2004.

BETHENCOURT, Francisco. História das Inquisições: Portugal, Espanha e Itália – Séculos XV-XIX. 2ª reimpressão. São Paulo: Companhia das Letras, 2000.

BITTAR, Eduardo C. B. A justiça em Aristóteles. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1999. _____. Teorias da Justiça. Apontamentos para a história da Filosofia do Direito. São Paulo: Juarez de Oliveira, 2000.
_____. ALMEIDA, Guilherme Assis. Curso de Filosofia do Direito. São Paulo: Atlas, 2001.
_____. Doutrinas e Filosofias Políticas: contribuições para a História da Ciência Política. São Paulo: Atlas, 2002.

BLINKHORN, Martin. Mussolini e a Itália Fascista. Tradução de Pedro Elston. Lisboa: Gradiva, 1984.

BLOCH, Marc. A sociedade feudal. 2. ed. Tradução de Liz Silva. Lisboa: Edições 70, 1998.

BOBBIO, Norberto. O Positivismo Jurídico – Lições de Filosofia do Direito. Tradução de Márcio

Pugliesi, Edson Bini e Carlos E. Rodrigues. São Paulo: Ícone, 1995.
_____. Locke e o Direito Natural. 2. ed. Tradução de Sérgio Bath. Brasília: Ed. Universidade
de Brasília, 1997.
_____. Direito e Estado no Pensamento de Emanuel Kant. 4. ed. Tradução de Alfredo Fait.

Brasília: Ed. Universidade de Brasília, 1997.
_____. Liberalismo e Democracia. Tradução de Marco Aurélio Nogueira. 6. ed. São Paulo:

Brasiliense, 1997.
_____. Teoria Geral da Política. Organizado por Michelangelo Bovero. Tradução de Daniela

Beccaccia Versiani. Rio de Janeiro: Campus, 2000.

BOFF, Leonardo. Igreja: Carisma e Poder. Edição revista. Rio de Janeiro: Record, 2005.

BONAVIDES, Paulo. Do Estado Liberal ao Estado Social. 5. ed. Belo Horizonte: Del Rey, 1993.

BORON, Atilio A. Filosofia Política Marxista. Tradução de Sandra Trabucco Valenzuela. São Paulo: Corteza; Buenos Aires: CLACSO, 2003.

Page 525

Cadernos da UNB. A Social-Democracia Alemã: da Segunda Internacional aos nossos dias.

Idéias básicas e experiências. In A Social-democracia alemã e o trabalhismo inglês: um seminário sobre experiências contemporâneas de organização da sociedade, realizado na Universidade de Brasília de 24 a 26 de novembro de 1980. Tradução de Maria Rosinda Ramos da Silva. Brasília: Ed. Universidade de Brasília, IEPES, 1982.

CAMPANELLA, Tommaso. A Cidade do Sol. Tradução de Paulo M. Oliveira. São Paulo: Martin
Claret, 2004.

CANOTILHO, José Joaquim Gomes. Estudos de Direitos Fundamentais. Coimbra: Coimbra
Editora, 2004.

CARDOSO, Fernando Henrique. O modelo político brasileiro. 5. ed. Rio de Janeiro/São Paulo:
Bertrand Brasil, 1993.

CASTAÑEDA, Jorge G. Che Guevara: a vida em vermelho. Tradução de Bernardo Joffily.
São Paulo: Companhia das Letras, 1997.

CATÃO, Fernando. O que é Teologia da Libertação. São Paulo: Nova Cultural-Brasiliense, 1986.

CHÂTELET, François; DUHAMEL, Olivier; PISIER-KOUCHNER, Évelyne. História das Idéias Políticas. Tradução de Carlos Nelson Coutinho. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2000.

CHEVALLIER, Jean-Jacques. As grandes obras políticas – de Maquiavel a nossos dias. 3. ed.
Tradução de Lydia Christina. Rio de Janeiro: Agir, 1986.

CÍCERO, Marco Tullius. Dos Deveres. Tradução de Alex Marins. São Paulo: Martin Claret, 2004. _____. Orações. Tradução de Pe. Antonio Joaquim. São Paulo: Martin Claret, 2004.

COELHO, Luiz Fernando. Saudade do Futuro. Florianópolis: Fundação Boiteux, 2001. _____. Teoria Crítica do Direito, 3. ed. Belo Horizonte: Del Rey, 2003.

COURTOIS, Stéphane; Nicolas Werth; Jean-Louis Panné; Andrzej Paczkowski; Karel Bartosek; Jean-Louis Margolin. O Livro Negro do Comunismo. Tradução de Caio Meira. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1999.

COUTINHO, Carlos Nelson. Gramsci – Um estudo sobre seu pensamento político. Rio de Janeiro:
Civilização Brasileira, 1999.

CRETELLA JÚNIOR, José. Curso de Filosofia do Direito. 5. ed. Rio de Janeiro: Forense, 1991. _____. Direito Romano Moderno. 9. ed. Rio de Janeiro: Forense, 2000.

CROUZET, Maurice. A Época Contemporânea – O declínio da Europa – O mundo soviético. Coleção História Geral das Civilizações. Tomo VII. Tradução de J. Guinsburg e Vítor Ramos. São Paulo: Difusão Européia do Livro, 1958.

Page 526

CRUZ, Sebastião. Direito Romano. I – Introdução. Fontes. 4. ed. Coimbra: Gráfica Coimbra, 1984.

DALLARI, Dalmo de Abreu. Elementos de Teoria Geral do Estado. 20. ed. São Paulo: Saraiva, 1998.

DAVID, René. Os Grandes Sistemas do Direito Contemporâneo. Tradução Hermínio A. Carvalho. São Paulo: Martins Fontes, 1998.

DE ROSA, Giuseppe. Marxismo, Comunismo e Cristianismo – Desafio ou diálogo? Tradução de Attílio Cacian. São Paulo: Cidade Nova, 1985.

DESCARTES, René. Discurso do Método; Meditações; Objeções e Respostas; As paixões da alma; Cartas. Coleção Os Pensadores. Tradução de J. Guinsburg e Bento Prado Júnior.
3. ed. São Paulo: Abril Cultural, 1983.
_____. Regras para a orientação do espírito. Tradução de Maria Ermantina Galvão. São Paulo: Martins Fontes, 1999.

DURANT, Will. A Filosofia de Francis Bacon. Coleção Os Grandes Filósofos. Tradução de Maria Theresa Miranda. Rio de Janeiro: [s.d.].

DUSO, Giuseppe (org.). O Poder – História da Filosofia Política Moderna. Tradução de Andréa Ciacchi, Líssia da Cruz e Silva e Giuseppe Tosi. Petrópolis: Vozes, 2005.

ENGELS, Friedrich. A Origem da Família, da Propriedade Privada e do Estado. Tradução de Leandro Konder. 10. ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1985.

FERREIRA, Jorge (org.). O populismo e sua história: debate e crítica. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2001.

FOSSAERT, Robert...

Para continuar a ler

PEÇA SUA AVALIAÇÃO