As organizações internacionais na história das relações internacionais: entre a governança global e as estratégias dos estados nacionais

Autor:Rogerio Santos Costa
Cargo:Doutor em Ciência Política, Professor do Programa de Pós-Graduação em Administração e dos Cursos de Graduação em Economia e em Relações Internacionais da Unisul, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil
Páginas:182-203
RESUMO

Neste artigo procuramos discutir a dinâmica das Organizações Internacionais (OIs) na história das relações internacionais, abordando suas limitações e possibilidades em contribuir como mecanismo de ação coletiva dos Estados nacionais, buscando uma aproximação com os debates acerca da relação das OIs ora com uma "Governança Global", ora com a estratégia dos Estados nacionais. O estudo considera... (ver resumo completo)

 
TRECHO GRÁTIS
DOI: http://dx.doi.org/10.5007/2175-7976.2014v21n32p182
AS ORGANIZAÇÕES INTERNACIONAIS NA HISTÓRIA
DAS RELAÇÕES INTERNACIONAIS: ENTRE A
GOVERNANÇA GLOBAL E AS ESTRATÉGIAS DOS
ESTADOS NACIONAIS
INTERNATIONAL ORGANISATIONS IN THE
INTERNATIONAL RELATIONS HISTORY: BETWEEN
GLOBAL GOVERNANCE AND THE NATIONAL STATES
STRATEGIES
Rogério Santos da Costa*
Resumo: Neste artigo procuramos discutir a dinâmica das Organizações
Internacionais (OIs) na história das relações internacionais, abordando suas
limitações e possibilidades em contribuir como mecanismo de ação coletiva
dos Estados nacionais, buscando uma aproximação com os debates acerca da
relação das OIs ora com uma “Governança Global”, ora com a estratégia dos
Estados nacionais. O estudo considera relevante como inuência da dinâmica
das OIs as premissas do institucionalismo histórico de path dependency,
retornos crescentes e conjunturas críticas, além dos ciclos, tanto de Kondratieff
da economia-mundo capitalista, como de hegemonia no sistema internacional.
O trabalho contém três seções, além das considerações iniciais e nais,
abarcando o período pré e pós-criação da Liga das Nações, um outro durante
a Guerra Fria, e, por m, a última parte dedicada ao momento pós-Guerra Fria
até a primeira década do novo milênio. Se, por um lado, é possível assumir
a diculdade de as OIs efetivarem seus objetivos diante das estratégias dos
Estados nacionais, por outro, é inegável a sua contribuição em algumas
áreas especícas do sistema internacional, que podem indicar o embrião de
possibilidades para certa “Governança Global”.
* Doutor em Ciência Política, Professor do Programa de Pós-Graduação em Administração e
dos Cursos de Graduação em Economia e em Relações Internacionais da Unisul, Florianópolis,
Santa Catarina, Brasil. E-mail: paralelos@uol.com.br
183
Revista Esboços, Florianópolis, v. 21, n. 32, p. 182-203, out. 2015.
Palavras-chave: Organizações Internacionais; história das relações
internacionais; estratégia dos Estados nacionais; governança global.
Abstract: In this article we look forward to discussing the dynamics of
international organizations (IOs) in the history of international relations,
approaching its limitations and possibilities to contribute to collective action
mechanism of national states, seeking to strengthen the debates about the
relationship of IOs both with a “Governance Global” and the strategy of national
States. The study considers relevant as inuence the dynamics of IOs the
premises of historical institutionalism of path dependency, increasing returns
and critical junctures, beyond the cycles, both Kondratieff in the capitalist
world-economy and hegemony in the international system. The work contains
three sections besides the initial and nal considerations, covering the pre
and post creation of the League of Nations, another during the Cold War, and
nally, the last part dedicated to the post-Cold War time until the rst decade
of the new millennium. If, on the one hand, you can take the difculty of IOs
actualize their goals on the strategies of national States, on the other hand, it
is undeniable its contribution in specic areas of the international system, and
that may indicate an embryo of possibilities to certain “Global Governance”.
Keywords: International Organizations; history of international relations;
national States strategy; global governance.

Para continuar a ler

PEÇA SUA AVALIAÇÃO