Agradecimentos

Autor:Maurício Araquam de Sousa
Ocupação do Autor:Advogado e consultor na área logística
Páginas:7-8
 
TRECHO GRÁTIS
Agradecimentos
A presente obra leva adiante alguns argumentos inicialmente expostos por
este autor no artigo Modelo de concessão para os portos brasileiros, publicado nos
anais do XXVII Anpet – Congresso Nacional de Pesquisa e Ensino em Transporte
(2013), publicado em conjunto com quatro coautores, todos pesquisadores do Gru-
po de Pesquisa e Inovação em Transportes (GPIT/UnB) ao qual integramos. Estes
pesquisadores, em especial Aldery Silveira Júnior e José Matsuo Shimoishi, ambos
professores da UnB, muito contribuíram no desenvolvimento da parte metodológica
e na revisão daquele trabalho.
Importante menção também deve ser feita à contribuição de Marcelus dos
Santos Costa, Analista de Finanças e Controle do Tesouro Nacional, em diversos
pontos do trabalho, em especial quanto ao formato proposto de concessão com “ati-
vos realocáveis” dentro do porto, com o objetivo de gerar a maior e ciência alocati-
va possível com a utilização dos ativos portuários.
O tema foi posteriormente (2014) ampliado e aprofundado no desenvolvi-
mento de tese doutoral no âmbito do Programa de Pós-graduação em Transportes
(PPGT) junto à Universidade de Brasília, etapa em que foram fundamentais o apoio
recebido da Dra. Adelaida Pallavicini e do Dr. Alexandre Ditzel Faraco, assim como
as lições de Luis Claudio S. Montenegro, Diretor de Planejamento do Porto de San-
tos (CODESP), todos tendo realizado diversas observações teóricas e práticas utili-
zadas na proposta de evolução do atual regime de arrendamento, a m de aproximar
a forma de gestão dos portos públicos brasileiros ao padrão de governança dos por-
tos de Roterdã, Antuérpia e Cingapura, tidos como benchmarks do setor.
Neste sentido, ao invés de levarmos adiante a tentativa de viabilização de um
novo modelo de concessão portuária, destaco a sugestão dada pelo Dr. Alexandre
Ditzel Faraco, no sentido da introdução dos avanços propostos a partir do conceito
de concessão de serviço já no próprio modelo de arrendamento portuário hoje em vi-
BOOK MAURICIO.indb VIIBOOK MAURICIO.indb VII 09/06/2015 15:31:0709/06/2015 15:31:07

Para continuar a ler

PEÇA SUA AVALIAÇÃO