4 situações para fugir e 1 para praticar durante a festa da firma

Author:Veirano E Advogados Associados
Profession:Veirano e Advogados Associados
 
FREE EXCERPT

Depois de trabalhar um ano inteiro, entregar projetos, superar metas e vencer desafios, chegou o momento de celebrar: a festa de fim de ano da empresa.

Momento para festejar, mas com moderação. Não existe alto desempenho e produtividade que deixe sua reputação blindada contra certas gafes.

Segundo Lucas Oggiam, diretor da Michael Page e Page Personnel, a comemoração não deixa de ser uma extensão do ambiente de trabalho.

"É importante que o funcionário entenda que essas comemorações servem para confraternizar e reunir a equipe de forma menos formal, mas não deixa de ser uma reunião de trabalho. Tem muita gente que costuma confundir essas situações e acaba passando um pouco dos limites", comenta o diretor.

No espírito da moderação, José Carlos Wahle, sócio da área Trabalhista do Veirano Advogados, recomenda também que o profissional não fale exclusivamente de trabalho. O advogado também lembra que condutas inadequadas podem ser passíveis de punição disciplinar.

Pensando na festa como uma reunião menos formal, é possível apontar quatro situações para evitar e uma para praticar. Confira:

Errar a roupa

Se a empresa permite usar bermuda e chinelo no verão, a festa de fim de ano não é uma ocasião para usar roupas ainda mais casuais. Quem usa terno e gravata pode vestir uma versão mais informal de sua roupa, mas é preciso tomar cuidado e manter coerência com sua vestimenta do resto do ano. Os especialistas apontam que essa escolha pode ter grande impacto na imagem profissional.

Beber demais

A bebida vai ser liberada na festa? Legal, mas é melhor não exagerar. Segundo Oggiam, a embriaguez na festa pode causar até demissão em certo casos. "Tem gente que se torna agressiva, inconveniente e desagradável. É prudente e recomendável ter cautela nessas ocasiões para que sua imagem não seja arranhada ou até mesmo destruída", alerta Oggiam.

Falar mal dos colegas

Enquanto a ocasião é propícia para relembrar momentos marcantes do ano, é melhor evitar comentar sobre a vida...

To continue reading

REQUEST YOUR TRIAL