• Revista Novos Estudos Jurí­dicos

Editora:
Univali Editora
Data de publicação:
2009-06-18
ISBN:
2175-0491

Documentos mais recentes

  • Brexit, direito contratual europeu e mercosul: lições para a integração

    O presente artigo teve por objetivo a análise dos potenciais desdobramentos, no âmbito do Direito contratual, da retirada do Reino Unido do seio da União Europeia. Esta decisão, sob a qual ainda pesam inúmeras incertezas, trouxe questionamentos sobre o futuro da construção de um Direito Contratual europeu e sobre as consequências normativas do desmonte de todo arcabouço normativo já construído. A aproximação, ainda que prospectiva, deste movimento permitiu a comparação da construção europeia com as perceptivas mercosulinas, evidenciando a distância da construção normativas dos dois projetos de integração. A análise exploratória e comparativa do BREXIT com a realidade do MERCOSUL, acompanhadas de metodologia indutiva, ajudou a concluir os desafios que precisam ser enfrentados por aquele...

  • Desigualdade econômica na constituição e possibilidades de sua redução por meio de tributos

    O objetivo do artigo é examinar a desigualdade econômica como problema com relevância constitucional e em que medida instrumentos jurídicos podem ser utilizados para sua redução, especialmente no âmbito tributário. Para tanto, o artigo parte de um estudo introdutório sobre igualdade na Constituição. Em seguida, vale-se da discussão sobre a constitucionalidade do PROUNI, ocorrida no STF, para exemplificar o tipo de debate que se desenvolve diante de problemas dessa espécie. Ao final, o artigo volta-se especificamente sobre o problema da desigualdade econômica na Constituição, expondo diferenças entre os diversos tipos de igualdade (econômica, racial, de gênero, etc.) e concluindo que, diferente de outras formas de desigualdade, a desigualdade econômica passa a ser um problema constitucio...

  • A 'babel' na tributação do comércio exterior: por um glossário aduaneiro

    A linguagem e, mais precisamente, os problemas de linguagem, como a polissemia e a vagueza, afetam de forma substancial o estudo do Direito. E a situação se agrava no que se refere aos termos utilizados em comércio internacional, seja em sua vertente tributária ou aduaneira, pois ao lado da própria diversidade de idiomas, surge uma variedade artificial de termos técnicos, empregados de diferentes formas, em detrimento de um estudo científico e até de uma racionalização do comércio e da tributação a ele atrelada. Propugna-se, assim, por uma busca da harmonização possível, sob a forma de verdadeiros glossários internacionais, minimizando os efeitos da “Babel” na tributação do comércio exterior

  • Justiça e consenso: protagonismo e cidadania na perspectiva cultural do diálogo

    O presente artigo é fruto de um constante questionamento acerca da concretização do acesso à justiça por meio do consenso. Para além das teorias de premissa maior e premissa menor e da separação entre fato de direito, este trabalho propõe uma reflexão sobre acesso à justiça e à cidadania, sobre jurisdição e sociedade, sobre rituais adversariais e consensuais. Para tanto, busca ilustrar o cenário da litigiosidade e, a partir dela, justificar a importância de rituais que, com base no consenso, valorizam a comunicação entre os conflitantes, transformando as relações sociais. Além disso, o estudo avança para a análise do consenso proposto pelo novo Código de Processo Civil e Lei de Mediação, destacando a participação e o protagonismo do cidadão neste processo de superação dos meios adversar...

  • Precaução como processo na organização mundial do comércio: análise da compatibilidade da legislação europeia sobre organismos geneticamente modificados

    Este trabalho tem por objetivo discutir uma concepção do Princípio da Precaução como um princípio processual de natureza política no âmbito do comércio internacional. Conclui que tal concepção realiza de forma efetiva os direitos humanos ao meio ambiente ecologicamente equilibrado e, principalmente, os direitos ambientais procedimentais à informação e à participação. Defende-se que, no âmbito da Organização Mundial do Comércio, esta é uma leitura do princípio compatível com os tratados relevantes e que legislação europeia sobre organismos geneticamente modificados (OGM’s) é exemplificativa de como normas internas podem se utilizar de tal concepção sem violar os referidos compromissos internacionais. O método utilizado foi o dedutivo com pesquisa na doutrina, legislação e case-law relevante

  • A teoria das inteligências múltiplas de Howard Gardner e o ensino do direito

    A Teoria das Inteligências Múltiplas desenvolvida por Howard Gardner explica inteligência como capacidades de resolução de problemas e criação de produtos que impactem. O ensino do Direito necessita de mudança para atender à necessidade de que os profissionais desenvolvam habilidades para lidar com os desafios do mundo contemporâneo, como gerir conflitos e tomar decisões. Objetiva-se compreender a inter-relação entre as nove inteligências abordadas por Howard Gardner e o ensino jurídico. Para a realização deste trabalho, realizou-se levantamento bibliográfico e documental. Apontaram-se inovações para o ensino jurídico a partir do conceito de inteligência com base na resolução de problemas e impacto

  • Saúde e desenvolvimento humano: parcerias com o terceiro setor e incorporação de novas tecnologias ao sus

    O Estado, ao ser detentor da titularidade da prestação da assistência à saúde, enfrenta alguns percalços, tais quais (i) as dificuldades financeiras dos entes prestadores e; (ii) a dependência de novas tecnologias para garantir a adequabilidade deste serviço público. Sendo assim, o presente texto tem por escopo analisar a utilização dos convênios, com entidades do terceiro setor, como ferramenta apta a propiciar eficiência ao atendimento à sociedade. Deste modo, utilizando o método hipotético-dedutivo, é realizado um estudo do ordenamento jurídico pátrio, em conjunto com um levantamento bibliográfico, objetivando a defesa da utilização dos convênios como meios idôneos para a aplicação de recursos públicos do Estado com vistas a propiciar a aquisição de equipamentos que permitam a incorp...

  • Originalismo e não originalismo e o debate constitucional norteamericano

    Constituições, nas democracias, são caracterizadas pela abertura e pela generalidade textual. O Poder Constituinte Originário não é capaz de prever todas as minúcias ocorrentes na sociedade. Por isso cabe ao Poder judiciário a aplicação das normas diante do caso concreto. Essa arquitetura revela um problema: como o juiz deve interpretar as normas da Constituição? Recorrer à tentativa de resgatar a intenção dos legisladores originários ou considerar os valores e as compreensões atuais? Esse é o debate que gravita ao redor da disputa entre originalismo e não originalismo. O texto propõe fomentar o debate proposto por estas tradições, especialmente o problema da incompletude das Constituições e as vias de resposta judicial aos problemas concretos. Destacam-se também os limites da liberdade...

  • The law of words: standing, environment, and other contested terms

    Friends of the Earth, Inc. v. Laidlaw Environmental Services (TOC), Inc., 528 U.S. 167 (2000), exposes fundamental incoherencies within environmental standing doctrine, even while it ostensibly makes standing easier to prove for plaintiffs in environmental citizen suits. According to Laidlaw, an environmental plaintiff needs only to show personal injury to satisfy Article ill’s standing requirement; she need not show that the alleged statutory violation actually harms the environment. This Article argues that Laidlaw’s distinbtion between injury to the plaintiff and harm to the environment is nonsensical. Both the majority and dissent in Laidlaw incorrectly assume that there exists an objective standard by which a plaintiff, society or a court can measure harm or injury. Using examples ...

  • Trade, taxation, and the environment: possible impacts of India - solar cells on brazilian tax incentives for the solar energy sector

    In 2013, the U.S. filed a complaint against India before the World Trade Organization, alleging the inconsistency of certain measures for India relating to domestic requirements under the Jawaharlal Nehru National Solar Mission (“NSM”) for solar cells and solar modules with the rules of the GATT, the SCM and the TRIMS (WTO/DS456)

Documentos em destaque