• Revista Katálysis

Editora:
Universidade Federal de Santa Catarina
Data de publicação:
2011-03-11
ISBN:
1982-0259

Descrição:

A Revista Katálysis destina-se à publicação de trabalhos sobre assuntos atuais e relevantes no âmbito do Serviço Social, áreas afins e suas relações interdisciplinares. Cada edição focaliza uma unidade temática, previamente definida pela Comissão Editorial, tendo em vista sua importância dentro do contexto social contemporâneo, mas abre espaço também para trabalhos que tratem de outros assuntos.

Documentos mais recentes

  • Diretrizes curriculares e questão racial: uma batida pulsante na formação profissional

    O artigo aborda o aprofundamento de estudos sobre as Diretrizes Curriculares da ABEPSS e a questão racial como elemento fundamental à compreensão da vida social na particularidade brasileira e, por conseguinte, na formação e no trabalho profissional em serviço social. Considerando a lógica do projeto de formação profissional construído nos últimos 40 anos da Virada e ruptura do conservadorismo o debate racial vem ganhando expressão, ainda que com lacunas e silêncios a serem superados. Nesta direção, visa contribuir com aspectos teórico-metodológicos que possam subsidiar a superação do debate étnico-racial restrito à temática identitária ou de política pública que ocasionam a sua secundarização, fragmentação e distanciamento. Os estudos realizados no pós doutoramento permitiram constatar que a indissociabilidade dos núcleos de fundamentação evidenciam como o debate racial contribui fundamentalmente para as aproximações do real na perspectiva marxista da totalidade histórica, sendo assim, força motriz para seu movimento de resistência, rebeldia e superação. Palavras-chave: Questão racial, Formação Profissional, Diretrizes Curriculares do Serviço Social.

  • A mulher de negócios no discurso do trabalho feminino

    Este texto discute sobre a mulher de negócios corporificada no desenvolvimento de suas práticas e premiações advindas do empreendedorismo feminino segundo a discursividade do SEBRAE. Para isto, analisa-se o movimento de (re)formulação do discurso do SEBRAE sobre a mulher para evidenciar os efeitos de sentido do discurso do capital. O objetivo é identificar a mulher de negócios no discurso do trabalho feminino como espaço constitutivo de convergência, divergência e silêncio entre essas mulheres. A pesquisa tomou como base os pressupostos teórico-metodológicos da Análise do Discurso (AD) de origem francesa, filiada a Pêcheux, e da Psicanálise. Defende-se que as relações interdiscursivas do SEBRAE sobre o empreendedorismo feminino contribuem, de forma ideológica e inconsciente, para a constituição de discursos hegemônicos que elegem o empreendedorismo feminino contemporâneo como único modelo possível de geração de riqueza, liberdade e desfaçatez do sofrimento da mulher. Palavras-chave: Empreendedorismo. Mulher. Análise do Discurso. Psicanálise. Gênero.

  • Entre paradigmas aristotélicos y galileanos ¿qué publican los(as) trabajadores(as) sociales chilenos(as)

    La evidencia indica que la disciplina del Trabajo Social se ha centrado históricamente en la intervención científica de lo social y ha descuidado lo puramente investigativo. Esta situación ha sido resultado probablemente de la existencia de distintas jerarquías disciplinares en el mundo científico. Sin embargo, frente a la crisis del modelo subsidiario, se han incrementado los espacios académicos para este tipo de producciones científicas. El presente artículo busca aproximarse a la forma en que los/as Trabajadores/ as Sociales chilenos(as) realizan sus procesos de producción y divulgación científica mediante un estudio de tipo exploratorio descriptivo de carácter documental. Se recogió información sobre paradigmas epistemológicos empleados, metodologías y técnicas de recolección de datos, entre otras dimensiones. Se observa una predominancia absoluta de los enfoques cualitativos en la producción científica y altas barreras de entrada para que profesionales puedan destinar tiempo y capacidades a la investigación, espacio que sigue estando fuertemente centralizado en la academia. Palabras-clave: Epistemología de las Ciencias Sociales. Disciplina. Metodología de Investigación. Trabajo Social. Producción científica

  • 'Desalentadas': subjetivação em dizeres sobre as mulheres que desistiram de procurar trabalho

    O presente trabalho tem por objetivo refletir sobre os processos de subjetivação que se materializam em dizeres sobre mulheres designadas como desalentadas. Sob a ancoragem na Análise do Discurso filiada a Michel Pêcheux, são recortados enunciados de reportagens que circularam na mídia em 2018/2019 tratando do desalento, nas expressões recentes do desemprego no país. As sequências discursivas (SDs) analisadas permitiram investigar a posição-sujeito do discurso, bem como os processos de subjetivação do desalento. Identificou-se que a designação “desalentadas” é constitutiva no discurso sobre, comparecendo como efeito de conclusão, sendo a sua subjetivação constitutiva enquanto contraidentificação na formação discursiva do desemprego. Há um caráter momentâneo implícito no discurso sobre mulheres consideradas como desalentadas, com componente individual e influência do discurso do empreendedorismo e do discurso religioso, funcionando enquanto interdiscursos, que produzem efeito de esperança, embora com uma relação de dependência do processo histórico em curso. Palavras-chave: Trabalho. Mulheres. Desalento. Discurso. Subjetivação.

  • Política, Ciência e Mundo das Redes
  • Ao sul da fenda: notas acerca da relação entre teoria e prática no Serviço Social

    A adoção do marco teórico marxista nos cursos de Serviço Social configura-se como parte fundamental da contestação ao conservadorismo na prática profissional. Contudo, o cotidiano do fazer profissional, pautado pelos interesses hegemônicos que demandam o trabalho dos assistentes sociais, segue apresentando a contradição entre os limites encontrados no cotidiano do trabalho profissional e as exigências da visão de mundo reivindicada pela profissão. Dessa forma, o presente artigo se propõe a analisar os desafios da relação entre teoria e prática no Serviço Social. O artigo está dividido em duas seções. Na primeira busca-se analisar a construção do método de análise nas obras de Karl Marx e sua importância para a relação entre teoria e prática. Na segunda seção analisamos o processo histórico de mudanças na profissão e a forma como a relação entre teoria e prática se colocaram para o Serviço Social no Brasil e na América Latina. Palavras-chave: Serviço Social. Teoria e prática. Marxismo.

  • Notas sobre a complexidade do neoconservadorismo e seu impacto nas políticas sociais

    É impossível discutir neoconservadorismo sem destacar a importância dele no atual contexto econômico-político e cultural brasileiro. Cabe afirmar que a intensidade e o ritmo das manifestações neoconservadoras implicam ainda mais os/as assistentes sociais na tarefa de análise, de posicionamento crítico e de intervenção nas relações sociais. O esforço de pensá-las precisa ser sempre plural e complexo. O neoconservadorismo relaciona-se profundamente com o neoliberalismo e com a necessidade da construção de uma moralidade conservadora no atual momento do capitalismo. São múltiplas as incidências que operam na construção dessa moralidade conservadora e de um “novo homem” docilizado. Na especificidade brasileira, a chegada ao poder da extrema direita é analisada como expressão do neoconservadorismo e de suas manifestações simultâneas nas relações de gênero, étnico-raciais e no campo dos direitos sexuais e de sua busca por hegemonia. Compreendê-la é condição sine qua non para superar análises economicistas da cena brasileira contemporânea. Palavras-chave: Neoconservadorismo. Neoliberalismo. Hegemonia.

  • Lukács: o 'falso socialmente necessário'

    Procuramos delinear, com base em uma investigação da Ontologia de Lukács, os fundamentos mais gerais do fenômeno que o filósofo húngaro denominou de o “falso socialmente necessário”. Nosso propósito é contribuir para as investigações acerca da força política atual de ideias e concepções fantasticamente inverídicas, tal como encontramos entre os terraplanistas ou entre o núcleo ideológico do governo Bolsonaro. Palavras-chave: Ideologia. Falso socialmente necessário.

  • Financiamento à ciência no Brasil: distribuição entre as grandes áreas do conhecimento

    Este artigo analisa a direção dada às pesquisas científicas aprovadas pelo CNPq entre os anos de 2011 e 2014, identificando a relação entre o público e o privado e a destinação de recursos financeiros para as grandes áreas do conhecimento. Trata-se de uma pesquisa documental baseada em dados coletados do sistema eletrônico do CNPq, de abordagem quali-quantitativa. Os dados demonstraram o progressivo direcionamento de recursos públicos para o financiamento de pesquisas em instituições privadas, bem como a desigual distribuição entre as áreas e grandes áreas de conhecimento Palavras-chave: Ciência. CNPq. Financiamento.

  • Towards a critique on intellectual property

    In order to understand the essence of digital and virtual world relations and their outcomes, as they gain more social relevance in contemporary society, this paper investigates the category of intellectual property not from the prism of the law but rather on philosophical terms. Such philosophical analysis is based on immanent critique. The starting point is the axiomatic notion of modern capitalism, where the categories of property and intellectual property are regarded as two separated entities. Hegel’s philosophy of law enables an important reflection on these two categories since, already in its method, it apprehends the contradictions of bourgeoisie society. Accordingly, contrasting reality and Hegel’s understanding, a conflict arises within the notion of intellectual property and its praxis under the rule of law. The state appears as a necessity to guarantee and mediate an immanent conflict that arises from the privatization of intellectual property. As an insoluble problem that emerges within such praxis, the present analysis offers an alternative to the paradigm of a split between property and intellectual property. Based on Lukács’ non-essentialist-ontology of the social-being, intellectual property is explained through the prisms of labour and cultural development of human thought. Keywords: Intellectual property. Property. Capitalism. Digitalization. Power relations.

Documentos em destaque

  • O feminicídio e a legislação brasileira

    Este ensaio avalia as consequências do dissenso entre as noções de gênero e sexo nos estudos de especialistas, tendo em vista o combate ao feminicídio no Brasil. Enquanto a legislação reconhece a noção de sexo para definição do crime, o Executivo, em suas políticas públicas, trabalha com a noção de ...

  • Legado do Congresso da Virada em tempos de conservadorismo reacionário

    O tema do artigo em tela é o III Congresso Brasileiro de Assistentes Sociais (CBAS), quatro décadas depois da sua realização. Duas são as hipóteses que trazemos para o debate: a primeira sugere que o principal legado do III CBAS se traduz na nova cultura profissional de horizonte progressista,...

  • Estado e direito no capitalismo: um debate entre liberalismo e marxismo

    Esse artigo é resultado de uma pesquisa teórica sobre categorias como Estado e direito. Objetiva discutir de forma sumária, algumas definições sobre tais categorias no contexto atual, particularizando o debate entre liberalismo e marxismo nas relações sociais de produção capitalista. Nossa...

  • Assédio moral e reforma trabalhista: entrevista com Margarida Barreto

    Margarida Barreto é médica e professora na Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa, São Paulo. A entrevistada é uma das precursoras, no Brasil, do estudo sobre assédio moral no trabalho. Nesta entrevista, Margarida Barreto explica o que é o assédio moral, como é o seu processo de reconhecimento ...

  • Política de regularização fundiária urbana de interesse social em Londrina, Paraná

    Diante do grande número de habitações irregulares e precariedade habitacional nos espaços urbanos, o Brasil regulamentou o direito à moradia digna e a política de regularização fundiária colocando em questão a função social da propriedade urbana. Por meio de pesquisa qualitativa (análise bibliográfi...

  • Conservador nos costumes e liberal na economia: liberdade, igualdade e democracia em Burke, Oakeshott e Hayek

    Baseado na análise dos textos seminais: Reflexões sobre a Revolução em França, de Edmund Burke; Ser Conservador, de Michael Oakeshott e Por que não sou Conservador, de Friedrich A. Hayek, este ensaio apresenta ao leitor os princípios fundamentais do conservadorismo moderno originalmente articulado...

  • Neoliberalismo e proteção social na América Latina: salvando o capital e destruindo o social

    Conjeturar el Estado, neoliberalismo, sistemas de protección social y los movimientos políticos y económicos en América Latina en el escenario actual es un desafío provocador. Aun así, el objetivo de este estudio es comprender el Estado de orientación neoliberal en América Latina y sus impactos en...

  • Tráfico de mulheres e exploração sexual: análise sobre o atendimento às vítimas

    Este artigo propõe reflexões acerca da atuação do Estado frente à dinâmica do tráfico de mulheres para fins de exploração sexual. A opção pela abordagem qualitativa se deu devido aos objetivos da pesquisa, o que possibilitou a análise do movimento do real, a partir dos diálogos estabelecidos com...

  • Estado, educação e direitos sociais

    A problemática dos direitos humanos substituiu, ao longo dos anos, a utopia revolucionária que fundou a sociedade moderna, após 1848, essa problemática passou a legitimar práticas de violação de direitos dos indivíduos e segue, nos dias atuais, atrelada ao legado liberal e individualismo burguês,...

  • Uma análise marxiana da política de cotas no ensino superior público brasileiro

    Construído a partir de revisão teórica e bibliográfica, este artigo objetiva discutir a política de cotas sociais e étnico-raciais nas instituições federais de ensino superior brasileiras a partir do materialismo histórico e dialético. Toma a universidade como arena onde a luta de classes também é...