• Revista Gênero & Direito

Editora:
Universidade Federal da Paraíba
Data de publicação:
2010-09-07
ISBN:
2177-0409

Descrição:

Publicação semestral do NEPGD. Reúne trabalhos de pesquisadores que investigam diferentes temáticas nas áreas da teoria feministas do direito, dos direitos das mulheres e das questões de gênero. Os trabalhos são submetidos ao crivo dos membros do Conselho Editorial e dos pareceristas escolhidos entre especialistas no tema.

Documentos mais recentes

  • Transexualidade e educação: utilização do nome social como forma de inclusão no estado do ceará

    O nome é utilizado para identificar, diferenciar e individualizar o ser humano, para que tenha um convívio interpessoal e inclusão social. No entanto, quando se aborda a temática da transgeneridade surge uma incompatibilidade do nome do registro civil com a expressão de gênero da travesti e da/do transexual. Para solucionar essa questão, faz necessário a utilização do nome social, mas este não é regulamentado em todos os estados federativos do Brasil. A pesquisa teve como objetivo geral analisar a utilização do nome social como forma de inclusão das travestis e das/dos transexuais, bem como as legislações brasileiras pertinentes a temática. A metodologia utilizada para desenvolver o trabalho foi à pesquisa bibliográfica, pois se utilizou de manuais e legislações pátrias, e o método dedu...

  • Empecilhos ao tratamento isonômico LGBTI: análise do preconceito em sua formação cultural e legislativa

    Ainda que os últimos anos tenham sido de relevantes avanços para a população LGBTI (lésbicas, gays, bissexuais, trans e intersexuais) na questão de isonomia social, observa-se que a efetivação de alguns direitos já garantidos ainda é dificultada pelo poder público, assim como outros direitos continuam sendo omitidos das pautas dos legisladores, criando obstáculos para as oportunidades dessa população nos mais variados segmentos da sociedade em razão de um preconceito enraizado. Este artigo busca elencar as causas dessa desigualdade, bem como entender até que ponto a cultura, influenciada pelo direito canônico, impede a outorga desses direitos e a quebra da heteronormatividade.

  • (Dis)paridades de gênero ao nível das sentenças judiciais: uma revisão estruturada da literatura

    Com esta revisão estruturada da literatura pretendeu-se analisar as disparidades nas sentenças judiciais que envolvem mulheres agressoras. Foi efetuada uma pesquisa em diversas bases de dados eletrónicas, acedendo-se a um total de 30 artigos. A análise destes diferentes estudos permitiu perceber que ainda são escassos os trabalhos de investigação nesta área. Entre os diferentes fatores com potencial influência no resultado das sentenças judiciais, identificaram-se: idade, existência de filhos, raça, tipo de crime praticado, escolaridade e antecedentes criminais. Concluiu-se pela necessidade de haver transformações nas práticas sociais e jurídicas, promovendo a eficácia normativa e a credibilização do sistema judicial.

  • Barreiras entre as periferias e as instituições de ensino: dificuldade das mulheres em acessar o centro de referência para as mulheres suely souza de almeida

    O presente artigo tem por objetivo investigar as condições objetivas e subjetivas que fazem com que as mulheres em situação de violência tenham dificuldades em acessar o Centro de Referência para as Mulheres Suely Souza de Almeida - CRM-SSA, localizado no Campus Universitário da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), comparando-se ao acesso no Centro de Referência para as Mulheres da Maré (CRMM). O Centro de Referência é um projeto de extensão do Núcleo de Estudos de Políticas Públicas em Direitos Humanos (NEPP-DH), que trabalha com mulheres vítimas de violência, e seu objetivo é prevenir e enfrentar a violência contra a mulher através do resgate da autoestima e autonomia, criando formas para que as mulheres tornem-se agentes de sua própria transformação. Para realização da pesq...

  • Fundamentos para la prevención de desigualdades desde el sector jurídico cubano en función del desarrollo social

    Las desigualdades jurídicosociales generadas por disposiciones normativas del ordenamiento jurídico cubano atentan contra el desarrollo social. En tal sentido, el presente artículo ofrece la fundamentación de una crítica propositiva al vigente enfoque de género de algunas regulaciones del Código Penal, el Código de Familia y la Ley General de la Vivienda desde la perspectiva de la equidad -para que fundamentalmente por su papel en la toma de decisiones- jueces y fiscales en la práctica jurídica, puedan aplicar evolutivamente el Derecho, a tono con el avance científico actual en materia de género. Dentro de los resultados se obtuvo, que existe una estrecha relación entre la triada género-Derecho-desarrollo social, que debe considerarse en el sector jurídico cubano para la máxima realizac...

  • A invisibilidade das mulheres nas ciências criminais

    O presente artigo tem como desígnio examinar de que forma o recorte de gênero se impõe às mulheres como condição que apaga, invisibiliza e obstrui a construção das carreiras das sujeitas das Ciências Criminais, sobretudo no contexto brasileiro. Propõe-se, portanto, a analisar o processo pelo qual passam as mulheres para galgarem a uma posição de destaque dentro do Direito, partindo de procedimentos metodológicos e bibliográficos de áreas como o Direito e a Sociologia, bem como a análise de dados censitários e dados empíricos, que nos permitiram fundamentar com maior clareza os fatos.

  • Editorial

  • A luta pelo direito: debates sobre o sufrágio feminino na revista de crítica judiciária no início do século XX

    Através da análise da Revista de Crítica Judiciária, evidencia-se um repositório de discussões políticojurídicas e sua crítica em um momento de transição e de transformações no conturbado cenário brasileiro do início do século XX. Estuda-se o debate sobre a luta das mulheres brasileiras pelo direito ao voto, pelo viés delineado do campo jurídico e, principalmente, pelos argumentos da primeira advogada do Brasil, Myrthes de Campos. O sufrágio feminino foi pautado em diversos países em períodos anteriores, notoriamente pela luta da igualdade entre gêneros e a composição das mulheres como cidadãs. O direito ao voto mostrou-se como primeiro passo em direção à libertação jurídica das mulheres do seio da família patriarcal, a qual possui seus papéis de gênero fortemente definidos e sem suport...

  • Notas sobre as decisões do comitê de direitos humanos da ONU: direito à família LGBT

    O presente artigo analisa as decisões do Comitê de Direitos Humanos da ONU relativas ao direito à família da população gay, lésbica, bi e transexual (LGBT) a partir da perspectiva teórica queer. Pretendeu-se compreender como o Comitê de Direitos Humanos, responsável pelo monitoramento do Pacto Internacional dos Direitos Civis e Políticos, de 1966, tem interpretado esse direito importante para o grupo em análise, perguntando até que ponto o órgão conseguiu realizar uma interpretação evolutiva. Constatouse que o mecanismo paulatinamente sinaliza para adoção de uma interpretação que tende a reconhecer a pluralidade das formas de constituir vínculos familiares.

  • Expediente

Documentos em destaque