• Revista de Direito, Estado e Telecomunicações

Editora:
Grupo de Estudos em Direito das Telecomunicacoes (GETEL)
Data de publicação:
2011-05-24
ISBN:
1984-8161
Copyright:
COPYRIGHT Grupo de Estudos em Direito das Telecomunicacoes (GETEL)

Descrição:

Trata-se de uma publicação em língua portuguesa destinada ao fomento, registro e divulgação do que há de mais avançado na pesquisa acadêmica jurídica – nacional e internacional – pertinente ao setor de telecomunicações. A publicação é dividida em seções que cumprem o objetivo de apresentá-la como um instrumento de pesquisa jurídica setorial. Além de estudos jurídicos, resenhas e informes originais avaliados por pares, a Revista publica palestras, sumário de pesquisas regulatórias em telecomunicações e a catalogação temática das normas e julgados do setor de telecomunicações brasileiro referentes ao ano civil anterior ao da publicação. A submissão de artigos, resenhas e informes é aberta ao público durante todo o ano, reservando-se as submissões encaminhadas até 15 de dezembro de cada ano para o volume do ano seguinte.

Documentos mais recentes

  • Vertical integration and the evolution of audiovisual services. Economic policy implications for Brazil

    Purpose - The purpose of this paper is to describe the salience of economic theories and evidence regarding vertical integration in the multichannel audiovisual industry in Brazil. This is especially important at this time because Brazilian regulators and legisla tors are wrestling with the appropriate policy approach toward the industry in Brazil in the wake of the merger of AT&T and Time Warner. Methodology/approach/design - The paper develops with several approaches. First, to develop context, the paper provides a high-level introduction to the evolution of the audiovisual industry. Second, the paper turns to a more specific assessment of the economic and legal lessons learned from the discussion and debate regarding the AT&T-Time Warner merger in the United States. This discussion draws on economic and legal theory and evidence, both from the published literature as well as from court proceedings to advance understanding of the issues. These foundational sections, in turn, provide a platform for policy insights. In particular, the paper builds upon earlier research on "resultsbased regulation" to provide guidance for Brazilian regulatory and legislative measures being considered in Brazil. Findings - The paper concludes that a results-based approach should permit advances in the vertical integration of the audiovisual industry in Brazil. Such an approach necessarily would recognize that the modern evolution towards a more vertically integrated provisioning of audiovisual services is providing numerous consumer benefits while claims of consumer harm have been judged to be speculative. Application of Article 5 of SeAC to the AT&T-TW merger provides no additional consumer protections that are not already part of the merger and would, instead be distinctly anti-consumer. Keywords: Audiovisual Industry. Brazil. Vertical Integration. SeAC. Results-Based Regulation

  • Rethinking Must-Carry and Retransmission Consent Regulation in the Digital Era

    Purpose - The emergence of new technological platforms to access online services and content have transformed the media landscape dramatically. Such transformation requires policymakers to reexamine the decades-old regulations traditionally addressed to broadcasters and telecommunications providers as must-carry and retransmission consent rules. This paper reviews must-carry regulation and case law in the United States of America, Mexico, and France. That is because each one of these countries has offered a variety of justifications for such rules (competition, local content, viewers´ rights, diversity). The purpose of this review is to analyze whether or not the original reasons for must-carry regulation are still valid in the digital era. Methodology/approach/design - The research was conducted through document review and analysis of norms and case law from each one of the selected countries (USA, Mexico, and France) based on information collected via academic research. Also, analysis of statistical sources of information was attained to portray the penetration status of telecommunication services over the last decades in order to fully understand the context in which must-carry rules were enacted. Findings - Policymakers should consider other regulatory mechanisms to achieve the original reasons for must-carry rules. The dramatic increase in the variety of devices (e.g., TV, tablet, mobile phones, smart TVs), service and content distributors (e.g., free-to-air TV, cable TV, internet), and service providers (e.g., broadcasters and over-the-top internet providers) strongly suggests a reconsideration of the current approach. Yet any amendment to the current regulation will depend on internet penetration and access to new video distribution platforms in a given geographic area. That is to say, without internet access, free-to-air TV might continue to be an important platform for service and content distribution. Practical implications - Identifying and analyzing the reasons for imposing must-carry rules in connection with the telecommunication services penetration over the past decades, provides the necessary framework to assess the convenience and need to maintain such rules or to introduce changes and identify which modifications must be done to further the objectives pursued in a given country. Originality/value - This research is original insofar as it analyses must-carry rules and case law of three different countries with their own background and objectives. Mustcarry rules are being enacted in several countries including in those in Latin America. This paper is useful for both policymakers and researchers to provoke an in-depth analysis as to whether must-carry rules should be enacted, amended or eliminated, based on the specific context and objectives pursued in a given country. Keywords: Must-Carry. Must-Offer. Broadcasting. Pay-Tv. Competition

  • Safeguarding privacy in social networks

    Purpose - The purpose is to examine the degree of privacy protection in the social networking field. In this sense, we analyze the benefits of the self-regulation of the industry as a complement to the regulations. Methodology/approach/design - We study the Spanish and the European regulations regarding personal data protection with respect to social networks. Findings - The legislative regulations on this subject are insufficient due to their intrinsic limitations in the field. Therefore, we should encourage the approval of good legislation that complements and fills the gaps. Practical implications - The advantages that are derived from the research on this subject are useful for service providers and the public and private sectors in the information society. Therefore, they are useful for society in general. Originality/value - This research article includes the examination of the general utility of society. The aspects that are addressed are applicable to the industry and those who use social networks. The government must prevent infractions that damage consumers and/or users. Keywords: Data Protection. Digital Economy. Privacy. Social Networks. Telecommunications

  • Online Dispute Resolution, Alternative Dispute Resolution Mechanisms and Artificial Intelligence for decongesting the administration of justice

    Propósito - Analizar la Solución de Controversias en Línea (SCL), con relación a los Mecanismos Alternativos de Solución de Conflictos, la Inteligencia Artificial y su efectividad para la descongestión de la administración de justicia. Metodología/abordaje/design - La investigación fue analítico cualitativa, se enmarca en las denominadas investigaciones exploratorias, esto es, aquellas que tienden a determinar tendencias, identificar relaciones entre variables y servir para investigaciones posteriores. Para el efecto, se realizó análisis documental de artículos publicados en revistas jurídicas y consultados a través de bases de datos científicas, en su mayoría búsquedas y hallazgos virtuales, que permitieran vislumbrar las instituciones jurídicas comprendidas en la Solución de Controversias en Línea y los Mecanismos Alternativos de Solución de Conflictos. Resultados - La SCL ha permitido la aplicación de los Mecanismos Alternativos de Solución de Conflictos (MASC), tales como la mediación, la conciliación, la transacción o negociación y la amigable composición valiéndose de medios virtuales que incluso pueden incorporar inteligencia artificial, es decir, la posibilidad de que las máquinas imiten el pensamiento humano para tomar decisiones. Debe observar los principios de transparencia, equidad, rendición de cuentas y respeto a las garantías procesales offline, de los cuales, la celeridad, la economía, la igualdad de armas y la preexistencia de formas procesales afloran con facilidad en el proceso online, no obstante, garantías tales como la tutela efectiva de los derechos, la imparcialidad, la independencia, la inmediación y la publicidad podrían verse desdibujadas. Palabras Clave: Solución de Controversias en Línea. Mecanismos Alternativos de Solución de Conflictos. Inteligencia Artificial. Derecho Relacional. Administración de Justicia

  • Digital Connectivity as a Fundamental Right in Colombia

    Propósito - El objetivo de este artículo es establecer si la conectividad digital cumple los criterios exigidos por el constitucionalismo colombiano para considerarse como un derecho fundamental, específicamente en lo relacionado al acceso y uso efectivo a internet. Metodología - La metodología utilizada consistió en acudir a la literatura existente en libros, revistas especializadas y sentencias emitidas por la Corte Constitucional, estableciendo las diferencias y semejanzas en los datos obtenidos, para luego realizar un análisis de la información recolectada. Originalidad - El componente de originalidad de este artículo se traduce en que el estudio se elaboró a partir de criterios innovadores para la configuración de nuevos derechos fundamentales. Resultados - Finalmente, se concluye que no puede haber justicia social sin conectividad digital. Palabras Clave: Conectividad. Derecho Fundamental. Discriminación. Inclusión. Internet

  • Public Policies, Gaps and Digital Literacy of the Elderly People. The Chilean Reality Observed from the Communes of Talca and San Joaquín

    Propósito - En actual desarrollo de la sociedad chilena existe profunda transformación sociodemográfica, que implica un envejecimiento poblacional avanzado. Según el Censo 2017, el 17,7% -que equivale a 1.586.634 mujeres- tiene 60 años o más, en tanto que los hombres de ese mismo segmento etario alcanzan a un 14,7% (1.263.537). Metodología - Este grupo etario constituye un enorme desafío para el diseño de las políticas públicas. Resultados - Se requiere generar políticas de acceso, que consideren los distintos niveles educacionales de las personas mayores, para superar la brecha digital, asimismo se necesitan incentivos de habilidades y competencias en los diversos usos y beneficios que reportan actualmente las TIC. Palabras Clave: Adultos Mayores. Políticas Públicas. Educación. Brecha. Alfabetización Digital

  • A responsabilidade civil das empresas gigantes da internet. Aspectos de direito internacional privado, pelo prisma do direito francês e do direito da União Europeia

    Objetivo - O texto é uma contribuição original ao debate acerca da aplicação do direito material e da definição de jurisdição para lidar com as violações cíveis praticadas pelas empresas gigantes da Internet. Metodologia - O artigo comunica uma objetiva pesquisa bibliográfica e jurisprudencial sobre o direito da União Europeia e da França acerca das questões de Direito Internacional Privado relativas às violações cíveis praticadas pelas empresas gigantes da Internet. Descobertas - O artigo demonstra o problema central da teoria jurídica usada para definir o direito material aplicável e a jurisdição competente para dirimir os conflitos de responsabilidade civil por sobre fronteiras. A solução ideal seria utilizar a teoria do foco - ou seja, do local efetivo do dano - para definir a jurisdição e o direito aplicável. Todavia, tal aplicação poderia limitar a responsabilização cível pelo dano. Ainda, tal aplicação esbarra no problema das cláusulas de eleição de foro, as quais são usualmente mobilizadas pelas aplicações de Internet estrangeiras para postular o julgamento de suas violações cíveis apenas por tribunais dos Estados Unidos da América. Implicações práticas - O texto é uma boa introdução para o tema da definição de jurisdição e direito material aplicável em casos de violações cíveis pelas empresas gigantes da Internet. Esse debate possui evidente implicação prática e irá aumentar, em razão do Regulamento Geral sobre a Proteção de Dados (RGPD, Regulamento UE nº 2016/680) ter previsto sua aplicação extraterritorial. Originalidade/relevância - O texto esclarece sobre um debate importante no direito da União Europeia, relacionados aos Regulamentos "Roma I", "Roma II" e "Bruxelas I", que tratam da aplicação do direito material e da definição do foro competente para julgar questões de natureza cível. Esse debate tende a se tornar mais relevante, uma vez que o RGPD dará ensejo a diversos novos casos sobre o tema. Palavras-Chave: Direito da União Europeia. Direito da França. Empresas transnacionais de Internet. Responsabilidade civil. Direito Internacional Privado

  • Foundations for the Design of Mechanisms to Fostering Liquidity in the Secondary Spectrum Market in Brazil

    Propósito - O mercado secundário de espectro é uma inovação regulatória no Brasil inaugurada pela Lei nº 13.879/2019. Uma vez em funcionamento, pode proporcionar ganhos de eficiência alocativa e produtiva e o aumento da competição na prestação de serviços de telecomunicações, com destaque para as regiões de menor atratividade econômica. O objetivo deste estudo é avaliar os fundamentos de mecanismos de fomento à liquidez no mercado secundário de espectro no Brasil. Metodologia/abordagem/design - Para tanto é apresentado o desenho de três mecanismos gerais. O primeiro, do tipo laissez-faire, se refere a um arranjo de mercado sem intervenção do regulador. Em seguida, é discutido um mecanismo de corretagem, com amplo uso no mercado de atacado de telecomunicações brasileiro, e estabelecido sobre instrumentos de transparência e preços orientados a custos. Por fim, são feitas ponderações sobre uma solução de Acesso Compartilhado Autorizado (ACA) com incentivos. Resultados - Os resultados destacam as características e limitações de cada mecanismo. O mecanismo baseado em cessão de autorização de uso de radiofrequências com incentivos demonstra vantagem relativa sobre os demais modelos. Palavras-chave: Mercado Secundário de Espectro. Desenho de mecanismo. Incentivos

  • EE-LEACH: Energy Enhancement in LEACH to Improve Network Life Time of Homogeneous Wireless Sensor Network

    Purpose - In the recent scenario, there are various issues related to wireless sensor networks such as clustering, routing, packet loss, network strength. The core functionality of primary wireless sensor networks (WSNs) is sensor nodes that are arbitrarily scattered over a specific region. Sensor nodes sense the data and send it to the sink. Energy consumption is an important issue in wireless sensor networks. Clustering and cluster head selection are important methods used to extend the lifetime of WSNs. The main goal of this research article is to reduce energy consumption using a clustering process that involves CH determination, cluster formation, and data dissemination. Methodology/approach/design - The simulation in this paper was finished utilizing MATLAB and the proposed technique is contrasted with LEACH and MOD-LEACH protocols. Findings - The simulation results of this research show that the energy utilization and dead node ratio of WSNs are improved as compared to LEACH and MOD-LEACH algorithms. Originality/value - In a wireless sensor network there are various constraints, energy being one of them. In order to solve this problem, we use CH selection algorithms to reduce energy utilization and, consequently increase network life span. Keywords: Clustering. LEACH. Cluster Head. WSN. Energy Efficiency

  • Big Data and Personal Data Between the Principles of Protection and Innovation

    Objetivo - O artigo contrapõe o problema dos Big Data com as possibilidades e limites da proteção de dados pessoais. Ele é uma contribuição original ao sobre regulação da Internet e da gestão de algoritmos, com foco nos Big Data. Metodologia - O artigo comunica uma pesquisa bibliográfica sobre o tema da contraposição dos Big Data e da proteção de dados pessoais, com foco no direito da União Europeia e no direito francês. A partir da pesquisa bibliográfica, foi possível identificar alternativas regulatórias, de caráter jurídico-administrativo e de caráter tecnológico. Resultados - O artigo demonstra que, além das tradicionais opções regulatórias, com base no direito, existem opções tecnológicas para regulação dos Big Data e dos algoritmos. O artigo percorre uma análise da atuação administrativa - autoridades de dados pessoais, como a Comissão Nacional Informática e Liberdades (Commission Nationale Informatique et Libertés - CNIL) da França - para mostrar que ela possui limites. Assim, o artigo conclui que há a necessidade de se construir um novo tipo de regulação, que seja permeável aos influxos dos regulados e da sociedade civil, na forma de arranjos corregulatórios. Implicações práticas - O artigo possui evidente aplicação, uma vez que a produção de soluções jurídicas, para regulação da Internet, exige o seu conjugar com soluções de caráter tecnológico. O Brasil e diversos países da América Latina estão sintonizados nesse tema, uma vez que estão a construir instituições e soluções para resolver o dilema para proteção de dados pessoais. Originalidade/relevância do texto - O texto esclarece diversos trechos do Regulamento Geral sobre a Proteção de Dados Pessoais (Regulamento UE 2016/679) e sua aplicabilidade em relação aos Big Data. Esses novos tipos de tratamentos de dados pessoais impõem diversos desafios jurídicos e regulatórios, cujas soluções não poderão ser triviais e dependerão de novas teorias e práticas. Palavras-chave: Big Data. Regulação de algoritmos. Proteção de dados pessoais. Direito da União Europeia. Direito da França

Documentos em destaque