• Revista Diálogo Jurídico

Editora:
Direito Público
Data de publicação:
2009-06-16

Documentos mais recentes

  • Ação Popular e Cidadania: Um Ideário do Estado de Direito Brasileiro

    A Constituição Federal de 1988 consagrou um novo Estado de Direito que realça a Cidadania e amplia a Ação Popular, instrumento de defesa de interesses difusos e coletivos, à disposição dos Cidadãos. Com este trabalho pretende-se analisar as novas dimensões e alcance de tal instrumento, bem como os contornos e os principais traços da Ação Popular, dentro dos limites de um artigo jurídico.

  • Entre a Forma e o Contéudo na Desconstituição dos Negócios Jurídicos Simulados

    Antes de ingressar, propriamente, no assunto posto aos meus cuidados, entendo serem oportunas algumas palavras sobre o modo e por quais caminhos pretendo aproximar-me do objeto, para que seja possível articular suas complexidades, refletir sobre elas e poder, ao fim, construir conclusões consistentes capazes de acalmar o espírito instigado pela dúvida.

  • Aditamentos Qualitativos e Quantitativos dos Contratos Administrativos e os Limites Legais

    O tema das alterações dos contratos administrativos submetidos ao regime jurídico da Lei nº 8.666, de 21.6.1993, é daqueles que ainda enseja divergências, especialmente em se considerando posições das entidades governamentais que os celebram e de órgãos integrantes do sistema de controle. Aquelas, com tendências mais acentuadas de interpretações que lhes assinalem atuação com maior desenvoltura, e estes, os órgãos de controle — sobretudo os de controle externo — professando orientação mais draconiana, postulando pela existência de limites mais estreitos de atuação governamental.

  • A Competência por Prerrogativa de Função

    Um dos critérios determinadores da competência estabelecidos em nosso Código de Processo Penal é exatamente o da prerrogativa de função, conforme está estabelecido nos seus arts. 69, VII, 84, 85, 86 e 87. É a chamada competência originária ratione personae.

  • Sentido, Consistência e Legitimação no Direito

    Termo e conceito; 2. Conotação e denotação; 3. Problemas do sentido: vaguidade e ambigüidade; 4. instrumentos para a precisão do discurso; 4.1 Definição estipulativa; 4.2 Definições lexicográficas; 4.3 Definição denotativa e definição conotativa; 5. o texto e o contexto; 6. Reenvio, hierarquias intrincadas; e problemas de legitimidade; 7. O sentido dos observadores e o sentido dos participantes; 8. Dialogismo e intertextualidade – o diálogo entre textos como forma de legitimação.

  • A Função Pública em Sentido Orgânico ou Subjetivo no Brasil e a Conseqüente Dimensão de Eficácia do Regime Jurídico-Administrativo

    A construção de uma sociedade livre, justa e solidária. II. O regime jurídicoadministrativo e a função administrativa em sentido orgânico ou subjetivo no Brasil. II. 1. Eficiência e o seu conteúdo semântico junto à função administrativa. II. 1. 1. As prioridades. II. 1. 2. Os “novos patamares”: a universalidade e a atualização técnica e/ou científica. II. 1. 3. Profissionalização. II. 2. Moralidade administrativa e os seus paradigmas éticos. II. 2. 1. O eixo metodológico: a coerência. Bibliografia.

  • Fusões, Aquisições e o Planejamento Tributário

    As operações de fusão de empresas, bem assim aquelas que configuram a aquisição de outra entidade jurídica consistem em campo propício para uma série de efeitos tributários potencialmente relevantes. Em decorrência, abrem ensanchas para uma série de discussões relacionadas com o tema. Deve-se assegurar a neutralidade fiscal em tais operações? São legítimos os eventuais benefícios tributários delas decorrentes? É indispensável a existência de um propósito negocial para a validação dos efeitos tributários? Por outro giro, é legal a estruturação de operação de fusão ou aquisição com a fim específico de obter uma economia fiscal?.

  • A Constituição, a Garantia Fundamental ao Acesso à Justiça e a Assistência Judiciária Gratuita - Estudo De Caso

    O caso que servirá como objeto imediato deste trabalho foi colhido de decisões proferidas por juízos singulares na comarca de São Paulo, os quais divergem do posicionamento consolidado no Supremo Tribunal Federal, quanto a apreciação do pedido de assistência judiciária gratuita, formulado por partes que se declaram pobres nos termos da Lei 1.060/50.

  • Fundamentos dogmático-jurídicos de um poder de polícia administrativo à brasileira

    Introdução. 1. Fundamentos históricos. 2. Constituição e poder de polícia. 3. Modos constitucionais de "intervenção" na liberdade e na propriedade. 4. Reserva legal e "reserva de parlamento". 5. Poder geral de polícia e atividade de polícia. 6. Dos atributos do poder de polícia. 7. Sistemática de funcionamento do poder de polícia. 8. Da indelegabilidade do poder de polícia. Considerações finais. Referências bibliográficas. Referência bibliográfica deste artigo:

  • Possibilidade de relativização do princípio da dignidade humana de acordo com a teoria dos direitos fundamentais de Robert Alexy

    - Introdução. 2 - Visão Geral do Sistema Jurídico como Sistema de Normas: A Distinção entre Regras e Princípios, Conflito de Regras e Colisão de Princípios. 2.1 - A Dignidade Humana como Norma-Princípio e Norma-Regra. 3 - A Possibilidade de Relativização do Princípio da Dignidade Humana em Contraposição à sua Precedência Absoluta: A Aplicação do Caráter da Dignidade Humana de Robert Alexy no Sistema Constitucional Brasileiro. 3.1 - Formulação Teórica com base em Estudo de Caso: Interesse Social e Dignidade Humana versus Proteção do Meio Ambiente, Segurança Pública e Soberania do Estado. 4 - Conclusão. 5 - Referências Bibliográficas. Outras Fontes. Referência bibliográfica deste artigo:.

Documentos em destaque