INTERthesis. Revista Internacional Interdisciplinar

Editora:
Universidade Federal de Santa Catarina
Data de publicação:
2011-03-11
ISBN:
1807-1384

Descrição:

A Revista Internacional Interdisciplinar INTERthesis visa prover um fórum para estudos interdisciplinares em todas as áreas do conhecimento, em especial as Ciências Humanas. Os editores crêem que um entendimento abrangente dos fenômenos requer uma abordagem interdisciplinar. Nesse sentido, a Revista aceitará contribuições originais com temática interdisciplinar, estabelecendo pontes entre disciplinas principalmente em áreas temáticas tais como Estudos de Gênero, Sociedade e Meio Ambiente e Condição Humana na Modernidade.

Documentos mais recentes

  • Impactos e conflitos socioambientais de grandes projetos na Amazônia: até quando Barcarena/PA será uma zona de sacrifício?

    A crise ambiental e as guerras colocam em foco a problemática socioambiental produzida por grandes projetos, particularmente em regiões exportadoras de commodities, como a Amazônia. Assim, o artigo analisa os impactos e conflitos socioambientais do Distrito Industrial de Barcarena/PA (DIB) e como as relações sociedade e meio ambiente determinam o território como zona de sacrifício. Utilizou-se a abordagem da ecologia política e os conceitos de grandes projetos e território, de Milton Santos, impactos ambientais, de Luis E. Sánchez, e conflitos socioambientais, de Henri Acselrad. Os procedimentos metodológicos se apoiaram em revisão de literatura, em análise documental de empresas, governos e relatórios científicos do Instituto Evandro Chagas (IEC), da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Assembleia do Estado do Pará (ALEPA) e da Comissão Externa da Câmara de Deputados, complementada por observação direta e entrevistas com atores-chaves. Identificaram-se os principais impactos em torno da disputa por recursos naturais (terra, água e ar), com manifestações de conflitos socioambientais envolvendo grandes empresas, Estado e grupos sociais vulneráveis. Conclui-se que a conjunção das forças econômicas e políticas deve manter Barcarena como zona de sacrifício em longo prazo

  • Garotas Geek contra atacam: a experiência feminina em eventos geek

    O artigo analisa a experiência das mulheres geek em eventos e convenções a partir da perspectiva das artistas participantes da Comic Con Experience, observando o aumento da presença feminina nesse ambiente considerado masculino. Como procedimentos metodológicos, a pesquisa descritiva se baseou em revisão bibliográfica e entrevistas narrativas com a colaboração de 32 respondentes. A partir das análises, identificamos que apesar de as mulheres estarem ocupando cada vez mais espaço nesses eventos, elas ainda não são vistas com igualdade e respeitadas por parte dos atendentes masculinos do evento. As mulheres sentem insegurança ao se identificarem como geeks, sendo necessária a inclusão delas em várias partes da comunidade para mudar essa realidade. Por fim, constatamos que as micro agressões sofridas são muito comuns entre as artistas entrevistadas, o que demonstra que ainda estamos muito longe da igualdade de gênero no meio geek

  • Pensamento decolonial e interseccionalidade: Um estudo psicossocial da ONG Raízes do Norte Goiano

    Este artigo descreve um relato de experiência acerca dos processos psicossociais vivenciados na ONG Raízes do Norte Goiano (ONG RNG) entre o período de 2018 a 2023 no estado de Goiás. Sendo idealizada por um casal de mulheres negras, candomblecistas e lésbicas, a ONG elaborou e desenvolveu projetos sociais guiados pela perspectiva decolonial e interseccional entre as categorias de raça/etnia, gênero, orientação sexual, capacidade, regionalidade, classe social, religiosidade/espiritualidade e geração. Trata-se de uma pesquisa qualitativa e interdisciplinar desenvolvida por meio da observação participante e com análises embasadas a partir dos pressupostos teórico-práticos da interseccionalidade, do campo psicossocial, das epistemologias decoloniais e estudos acerca das relações étnico-raciais na sociedade brasileira. Como resultado, percebeu-se que os projetos sociais contribuíram para o fortalecimento da identidade negra em perspectiva interseccional e ofereceram ferramentas para repensar o modelo epistêmico hegemônico fomentando o pensamento crítico que se opõe à naturalização das desigualdades sociais. Por fim, as ações da ONG RNG podem contribuir como exemplos para o enfrentamento às múltiplas opressões e para a construção de uma sociedade democrática a partir de princípios éticos, estéticos e políticos do pensamento decolonial

  • Cosmopoéticas do refúgio: a resistência em tempos de capitalismo mundial integrado

    A obra discute as possibilidades de refúgio na atual sociedade de controle, utilizando o conceito de marronagem para caracterizar todo o processo histórico, cultural e político de aglutinação de forças de subalternos e subalternas, conjurando uma matriz de formas de vida inauditas que remetem a uma cosmopoética. Onde ocorre a produção de mundos, a criação de um fora da sociedade escravagista e posteriormente das outras formas de captura, as quais possuem valor de refúgio e de utopia concreta para todos que ainda permanecem cativos. A arte da fuga, que a experiência histórica da marronagem representa, se constitui como uma das modalidades, uma subversão a partir de dentro, seja esse dentro a colônia ou nossa sociedade de controle. Nesses tempos sombrios em que proliferam os mecanismos de controle, as resistências devem ser furtivas, mais do que frontais, evitando a exposição e a captura. A marronagem, significa menos uma forma de conquista do que de subtração ao poder e a cosmopoética não é um fetiche, ou uma marca registrada, apenas um termo, um modo entre outros de apontar para uma outra relação com o mundo que privilegie a escuta, mais do que a visão

  • 'Mas sempre há fissuras entre as rochas; sempre há espaço para mudança': uma entrevista com Kathleen Lynch

    Kathleen Lynch é Professora de Estudos de Igualdade (Emérita) na University College Dublin (UCD). Ela desempenhou um papel central na criação do Centro de Estudos de Igualdade (1990) e da Escola de Justiça Social, ambos da UCD (2004/5). Ela é autora de muitos livros e artigos sobre todos os tipos de questões de igualdade e justiça social, especialmente na educação e, mais recentemente, sobre a relação entre cuidado e justiça. Nesta entrevista, ela fala sobre as experiências e ideais que moldaram seu trabalho como acadêmica ativista: desde seus anos de formação no oeste da Irlanda até sua colaboração abrindo espaços para a resistência à injustiça, como o Centro de Estudos de Igualdade e a Escola de Justiça Social da UCD. Ela também discute algumas das motivações por trás de seu trabalho sobre cuidado e desigualdade afetiva, incluindo seu livro mais recente: Care and Capitalism (2022). A entrevista foi realizada em abril de 2018 e posteriormente revisada para se obter maior clareza

  • O convite de vergès ao feminismo decolonial como imaginário utópico
  • Potencialidades de um saber afrodiaspórico: reflexões a partir do reggae

    Este texto apresenta um ensaio teórico que tem por objetivo problematizar o reggae como um saber afrodiaspórico que pode contribuir para uma descolonização do pensamento. Para desenvolver nossas reflexões, analisamos elementos históricos do processo de constituição e desenvolvimento do reggae. Concluímos que o reggae propõe respostas à colonialidade que visam o reconhecimento e a credibilização de saberes comunitários enraizados na ancestralidade africana. Uma das principais potencialidades decoloniais do reggae está na sua configuração como um saber do cotidiano que conserva a rua como referência não apenas de expressão artística, mas de entretenimento, sociabilidade, pertencimento étnico e ação política. O reggae, neste sentido, apresenta uma ação duplamente decolonial, pois configura a produção de um saber vinculado ao cotidiano que é produzido por corpos que foram subalternizados pelo projeto colonial

  • Reverência pela vida: por uma contracultura ecocêntrica no antropoceno

    Neste ensaio de síntese bibliográfica os autores oferecem uma imagem cursiva da clivagem antropocentrismo-ecocentrismo no âmbito do pensamento ecopolítico dos anos 1990. A contribuição de Robyn Eckersley para a maturação de uma teoria política do ecologismo de corte ecocêntrico é assumida como um ponto de partida. A intenção é explorar as possibilidades de maturação da sua abordagem com base em aportes extraídos das pesquisas mais recentes em epistemologia da complexidade, biologia da cognição e aprendizagem sistêmica-transdisciplinar. De forma cursiva, o texto leva também em conta os desdobramentos desta linha de argumentação nos debates em curso sobre o enfoque de decrescimento convivial no movimento de crítica pós-desenvolvimentista do ideário neoliberal. Como hipótese de trabalho, os autores argumentam que a busca de saídas efetivas (ou à montante) para os dilemas do momento dependerão de algo ainda muito difuso e carente de legitimidade no imaginário coletivo globalizado, a saber: uma metamorfose cognitiva e ética inspirada numa cosmovisão ecocêntrica

  • Aqui estamos! Testemunho e reconstrução da história dos filhos de desaparecidos roubados durante a última ditadura militar Argentina

    O presente trabalho constitui um estudo sobre o caso das crianças filhos de desaparecidos, roubadas durante a última ditadura militar argentina, que recuperaram a sua história na adolescência ou já adultos. Alguns desses jovens relataram a experiência vivida, através de uma série de testemunhos que ficaram registrados num documentário. A partir da escuta desses testemunhos realizei um percurso sustentado na teoria e experiência psicanalítica sobre a importância de testemunhar como agente reconstrutor da própria história, analisei a função do nome próprio como traço essencial na constituição subjetiva e abordei a noção psicanalítica de trauma e do estranho/sinistro (Unheimliche) para pensar os efeitos e marcas da invasão do real na vida daqueles que tiveram que reconstruir suas origens e suas histórias

  • Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I) contra a COVID-19: contribuições das universidades públicas brasileiras

    As universidades brasileiras, com destaque para as públicas, mobilizaram recursos humanos e financeiros para fazerem frente aos desafios desencadeados pela pandemia de COVID-19. Muitas instituições, Brasil afora, estabeleceram forças-tarefas, organizaram uma gama muito grande de ações, no campo do ensino, pesquisa e extensão, mas também realizaram ações de solidariedade e de amparo às comunidades interna e externa. Além disso, elas também se engajaram no esforço internacional de ciência, tecnologia e inovação (CT&I) buscando contribuir para o avanço do conhecimento sobre a COVID-19 e o novo Coronavírus, em diferentes áreas, e no oferecimento de produtos e soluções para o enfrentamento dos efeitos nocivos da pandemia. Em vista dessas evidências, este artigo apresenta achados de pesquisa exploratória que mapeou as ações de universidades brasileiras, no campo da CT&I. Os dados empíricos foram coletados entre abril de 2020 e outubro de 2021. Juntamente com a apresentação dos resultados buscou-se realizar uma discussão sobre o papel da universidade na sociedade, com base em literatura de caráter multidisciplinar e que engloba textos do campo dos estudos sobre ensino superior, estudos sociais da ciência e da tecnologia, entre outros

Documentos em destaque

  • Características do espaço arquitetônico facilitadoras do ensino e aprendizagem

    O artigo discute a relevância do espaço arquitetônico como facilitador do processo de ensino e aprendizagem. Utiliza metodologia analítica fundamentada na pesquisa bibliográfica para conhecer a visão das áreas da arquitetura e da pedagogia sobre o tema, e identificar atributos espaciais relevantes...

  • Crime e violência no brasil: representações socioculturais na pós-modernidade

    Este artigo visa a abordar algumas representações socioculturais sobre o crime e a violência no Brasil contemporâneo. Nesse sentido, são feitas reflexões acerca do espraiamento do medo coletivo, destacando-se sua relação com a segregação sócio-espacial. Analisa-se, então, a constituição de...

  • Percepções socioambientais de inundações: reflexões sobre o risco

    Estudar a relação ser humano com seu ambiente é uma tarefa difícil. Com a evolução cada vez mais acelerada da espécie, o ser humano adquiriu muitas habilidades e conheceu novos avanços científicos em prol de seu benefício, porém causou desequilíbrios ambientais alarmantes. Nesse contexto, observa-se...

  • Violência contra a mulher: representações sociais de adolescentes

    A violência contra a mulher nas relações íntimas de afeto é um problema grave, que acarreta danos as suas vítimas. No imaginário social existem modos de pensar e representações banalizadoras desse tipo de violência, considerando-a uma prática natural. Nesse sentido, este artigo traz um estudo que...

  • Breve história das classificações em psiquiatria

    Na sociedade contemporânea há um grande número de pessoas diagnosticadas com transtornos mentais em diversos continentes. Diante deste contexto, busca-se delinear a trajetória histórica das classificações em psiquiatria, desde o século XIX até a atualidade. A primeira tentativa de classificações de ...

  • A resiliência das mulheres que sofreram violência doméstica: uma revisão

    Na produção científica sobre violência contra a mulher inclui-se estudos sobre como mulheres vítimas da violência doméstica enfrentam essa situação. Desta forma, pretendeu-se conhecer o que está sendo propagado em revistas nacionais e internacionais sobre o processo de resiliência no cotidiano...

  • Trauma colonial e o testemunho do etnocídio Yanomami: uma leitura de marcados de Claudia Andujar

    O objetivo deste ensaio é analisar a obra Marcados, da fotógrafa Claudia Andujar, a partir da dupla temporalidade em que ela se insere. Como inscrição e continuidade da violência colonial, as noções de imagem, anacronismo, testemunho, trauma e etnocídio serão mobilizados e articulados no...

  • Estado de exceção: origem e estrutura topológica

    Este artigo objetiva fornecer, panoramicamente, uma reflexão sobre a origem histórica e os contornos teóricos do estado de exceção para que se possa fortalecer a luta contra os espaços de exceção existentes dentro das democracias. A partir da obra Estado de exceção de Giorgio Agamben, buscou-se o...

  • Sartre: uma filosofia em defesa da liberdade e dos direitos do homem

    Este artigo visa mostrar a amplitude e as derivações do conceito de liberdade em Jean-Paul Sartre (1905-1980). Nesse sentido, vem investigar, por meio de análise bibliográfica, as condições de possibilidade de tal conceito como fundamento para um compromisso ético-moral que se traduza em...

  • Discussões de gênero e feminilidades na escola contemporânea

    Diante dos avanços conseguidos pela atuação dos estudos e movimentos feministas e pelos estudos de gênero, deslocaram-se alguns entendimentos conservadores sobre ser mulher que possibilitaram a desconstrução de ideias limitantes em relação às subjetividades femininas. Na contemporaneidade...

VLEX uses login cookies to provide you with a better browsing experience. If you click on 'Accept' or continue browsing this site we consider that you accept our cookie policy. ACCEPT