• INTERthesis. Revista Internacional Interdisciplinar

Editora:
Universidade Federal de Santa Catarina
Data de publicação:
2011-03-11
ISBN:
1807-1384

Descrição:

A Revista Internacional Interdisciplinar INTERthesis visa prover um fórum para estudos interdisciplinares em todas as áreas do conhecimento, em especial as Ciências Humanas. Os editores crêem que um entendimento abrangente dos fenômenos requer uma abordagem interdisciplinar. Nesse sentido, a Revista aceitará contribuições originais com temática interdisciplinar, estabelecendo pontes entre disciplinas principalmente em áreas temáticas tais como Estudos de Gênero, Sociedade e Meio Ambiente e Condição Humana na Modernidade.

Documentos mais recentes

  • O momento nos exige mudar...
  • Medo e apoio ao autoritarismo na contemporaneidade

    O presente trabalho busca empreender uma reflexão acerca do medo, enquanto afeto político central, que constrói os laços sociais, tanto do ponto de vista das relações interpessoais quanto do ponto de vista mais amplo das relações políticas, discutindo as facetas da insegurança na contemporaneidade, a apropriação do discurso e das práticas de medo e insegurança pelo Estado neoliberal e pelo Capital, e a relação estabelecida entre o medo e a adesão a posições e proposições políticas conservadoras e autoritárias. Para tanto, parte-se de uma perspectiva da Teoria Crítica, considerando a maneira como a vida social e a experiência política mobilizam os afetos, com atenção especial voltada ao medo na contemporaneidade, conjugada com a utilização de pesquisas empíricas já realizadas que corroboram, direta ou indiretamente, a relação entre o medo e o apoio ao autoritarismo. Palavras-chave: Medo. Teoria Crítica. Afeto Político. Autoritarismo

  • Modernismo e nacionalismo: casos paradigmáticos em Portugal e Espanha

    O modernismo português que irrompeu nos anos 1914 e seguintes caracterizou-se por uma compleição politicamente tradicionalista, nacionalista e antiliberal. Personalidades desta geração como António Ferro e Raul Leal cedo manifestaram o seu interesse pelo fascismo e a sua descrença na República, o que naturalmente levou a que expressaram uma visão política e cultural que acabou por ver no ideário do Estado Novo a confirmação dos seus anseios nacionalistas. Mas também em Espanha Eugenio D’Ors, amigo de Salazar e de António Ferro, constitui um caso paradigmático de um intelectual que tendo colaborado com revistas modernistas como Quatre gats ou Pèl & Ploma, mais tarde acaba por romper com o Modernismo por achar que esta estética era de uma espontaneidade estéril sem direcção. PALAVRAS-CHAVE: Nacionalismo. Antirrepublicanismo. Modernismo. António Ferro. Raul Leal. Eugenio D’Ors

  • Identidade sobre rodas: um ensaio sobre a cultura biker custom

    Este ensaio propõe uma reflexão sobre os processos culturais de formação da identidade tendo como referência os estudos sobre as pedagogias culturais. Para tanto, tomam-se os processos de formação da identidade biker custom como referente empírico. Biker refere-se a uma prática social específica vinculada ao motociclismo, à customização da motocicleta, ao uso de roupas, adereços e jargões, através da qual tanto uma identidade pessoal quanto uma identidade coletiva são formadas. Baseado nos estudos sobre pedagogias culturais, este ensaio problematiza os processos de formação da identidade biker, procurando evidenciar a dimensão propriamente pedagógica e formativa dos processos culturais de formação da identidade. Palavras-chave: Motociclismo. Biker. Identidade. Pedagogias Culturais. Narrativas

  • Trauma colonial e o testemunho do etnocídio Yanomami: uma leitura de marcados de Claudia Andujar

    O objetivo deste ensaio é analisar a obra Marcados, da fotógrafa Claudia Andujar, a partir da dupla temporalidade em que ela se insere. Como inscrição e continuidade da violência colonial, as noções de imagem, anacronismo, testemunho, trauma e etnocídio serão mobilizados e articulados no desenvolvimento da argumentação. Da teia que foi construída, sustenta-se uma hipótese de trabalho: a de que a autora quis, pela via da imagem, fazer um esforço de simbolização do processo colonial que acometeu o Brasil desde 1500 e que continua se manifestando no presente através de novas formas. Como resultado articulou-se a ideia de trauma, com as fotografias de Andujar e a experiência de colonização que é, nessa concepção, uma experiência de etnocídio. PALAVRAS-CHAVE: Claudia Andujar. Marcados. Trauma. Imagem. Etnocídio

  • Iniciativas econômicas solidárias e redes de colaboração na Amazônia Marajoara

    A pesquisa visa apresentar um estudo de caso que contextualiza o tema Economia Solidária à luz do que vem sendo construído no âmbito do território da Amazônia Marajoara, tendo como universo da pesquisa o Projeto Estadual de Assentamento Agroextrativista (PEAEX) denominado Acutipereira, mais especificamente, a comunidade Santo Ezequiel Moreno e suas redes de colaboração solidária com as demais comunidades adjacentes. O objetivo da pesquisa concentrou-se em apresentar iniciativas econômicas solidárias em andamento na Amazônia Marajoara que se mostram promissoras na busca da melhor gestão dos recursos naturais e desenvolvimento local sustentável, avaliar as dinâmicas das redes de colaboração solidárias existentes e potenciais, bem como suas reais possibilidades e limites para o sucesso. Os procedimentos metodológicos utilizados foram a pesquisa bibliográfica, pesquisa documental e pesquisa de campo, com o uso do método qualitativo, com abordagem do tipo exploratória, por meio de um estudo de caso. Destaca-se como resultado que a comunidade se encontra em plena construção de uma cultura solidária, mas que ainda requer dar um salto de qualidade, tanto no amadurecimento e operacionalização de seus projetos, no efetivo acesso à novos mercados, quanto no aprimoramento e operacionalização de suas redes de colaboração solidárias dentro e fora do PEAEX Acutipereira. Conclui-se que as iniciativas econômicas solidárias e suas redes de colaboração em operacionalização na comunidade pesquisa de fato estão proporcionando geração de trabalho, renda e melhores condições de vida as famílias. PALAVRAS-CHAVE: Desenvolvimento Local. Emancipação Social. Sustentabilidade. Cooperação. Autogestão

  • Os ribeirinhos no Arquipélago de Marajó e a luta pela permanência no território tradicionalmente habitado

    O arquipélago de Marajó desde a colonização tem sido palco de intensas e sucessivas disputas entre diferentes grupos pela ocupação e usufruto da terra e riquezas naturais. Neste estudo, evidencia-se a luta dos ribeirinhos, um grupo social do rio Mapuá, município de Breves, Marajó, Pará, pelo acesso, uso e permanência no território tradicionalmente habitado. Em conflito com os empresários da madeira, os ribeirinhos, ameaçados de serem expulsos, requereram junto ao governo federal a criação de uma Reserva Extrativista, a Resex/Mapuá, como condição para permanecerem em seu território. Seguindo os pressupostos da pesquisa qualitativa, procuramos conhecer aspectos desse conflito, assim como discutir sobre a Resex e o uso do território na interface com a política territorial do Estado. Os dados foram coletados por meio de entrevistas semiestruturadas e análise documental. Tendo por referência o campo socioantropológico em uma perspectiva interdisciplinar, analisamos os dados empíricos, os quais nos levam a evidenciar que a Resex-Mapuá, para os ribeirinhos, constitui-se em uma tática política de afirmação e reafirmação do direito de permanecer no território que tradicionalmente habitam e costuram seus modos de vida. PALAVRAS-CHAVE: Questão agrária. Unidade de conservação. Povos tradicionais. Território Amazônico. Mapuá

  • Editorial
  • Pávlov no Caribe ou nova psiquiatria revolucionária cubana (1959-1969)

    Na década de 1960, no início da Revolução, a Psiquiatria Cubana sofreu uma transformação radical. Enquanto em Cuba o modelo soviético foi copiado e o governo declarou o socialismo como a única alternativa política, os psiquiatras cubanos que apoiavam o marxismo-leninismo ocuparam as principais posições de poder. Deste modo, o pavlovismo e a reflexologia foram estabelecidos como as únicas teorias que permitiram guiar a clínica psiquiátrica. O objetivo deste ensaio é analisar o contexto histórico e sociopolítico em que o marxismo-leninismo se tornou a referência fundamental da psiquiatria cubana nos primeiros anos da Revolução. Palavras-chave: Marxismo-leninismo. Psiquiatria. Revolução cubana.

  • Desemprego, juventude e crise estrutural do capital: o precariado na cena contemporânea

    Discutir acerca do conceito precariado não é modismo. Trata-se de um debate sobre o entendimento da geopolítica do capital em tempos de crise e de conflito potencial. Com base em autores como István Mészáros (2009), Giovani Alves (2007, 2012, 2013), Mandel (1990) entre outros. Destaca-se que o objetivo deste artigo é refletir sobre a relação entre a expansão do ensino superior, crise estrutural do capital e suas implicações na visibilidade do precariado. A metodologia utilizada é de caráter qualitativo, a partir de análise documental e resultados de pesquisa empírica, com vistas a indicar a premência em se discutir acerca do precariado e sua relação com a expansão da educação superior no Brasil num contexto de crise estrutural do capital e neoliberalismo. Os resultados, apontam como tendência que o processo expansionista da educação superior no atual momento histórico mais do que se constituir em uma possibilidade de emancipação humana, encontra-se sob a regência do capital e se transmuta em uma mercadoria barata, de fácil consumo e de pouco conteúdo, e isso se espraia dessa forma em todos os níveis do sistema de ensino brasileiro cuja visibilidade reside no precariado. Palavras-chave: Crise estrutural. Educação Superior. Precariado.

Documentos em destaque