• INTERthesis. Revista Internacional Interdisciplinar

Editora:
Universidade Federal de Santa Catarina
Data de publicação:
2011-03-11
ISBN:
1807-1384

Descrição:

A Revista Internacional Interdisciplinar INTERthesis visa prover um fórum para estudos interdisciplinares em todas as áreas do conhecimento, em especial as Ciências Humanas. Os editores crêem que um entendimento abrangente dos fenômenos requer uma abordagem interdisciplinar. Nesse sentido, a Revista aceitará contribuições originais com temática interdisciplinar, estabelecendo pontes entre disciplinas principalmente em áreas temáticas tais como Estudos de Gênero, Sociedade e Meio Ambiente e Condição Humana na Modernidade.

Documentos mais recentes

  • Mulheres em situação de violência doméstica: aspectos referentes ao empoderamento feminino

    O artigo apresenta os resultados da pesquisa de mestrado que teve como objetivo conhecer o processo de empoderamento de mulheres em situação de violência doméstica. Como panorama teórico, será apresentado o conceito de empoderamento e os principais debates relativos a este. Como metodologia, foi utilizada a pesquisa-intervenção em um grupo de reflexão em um Centro de Referência para mulheres em situação de violência no Rio de Janeiro. Como principais resultados da pesquisa, observa-se a pertinência do uso do termo empoderamento para os estudos de gênero e violência doméstica, a existência de múltiplos aspectos de empoderamento descritos na literatura, com destaque para a tensão individual/coletivo no processo e para a possibilidade de vivência do empoderamento dentro de um contexto favorável de suporte social. Palavras-chave: Violência doméstica. Mulheres. Empoderamento.

  • A frágil democracia: Simone Weil e o fim dos partidos políticos
  • As representações de corpo, gênero e masculinidades no filme 'Hércules'

    O filme “Hércules”, de Walt Disney Animation Studios, retrata o percurso deste herói grego para retornar ao Monte Olimpo, morada dos deuses, de onde foi tomado quando criança. Embora lançado originalmente em 1997, foi relançado em Blu-ray em 2014 e retransmitido pela Cinemark no Brasil em 2017, o que demonstra sua atualidade no trato de assuntos pertinentes aos estudos do universo do corpo. No presente trabalho, por meio da análise fílmica, objetivamos compreender as representações sobre corpo e gênero empregados no filme. Identificamos durante a trama diversos ícones e mensagens acerca de corpos válidos e aceitáveis disseminados ao público infantil, estritamente veiculados a preceitos normativos e coercitivos de corpo e suas masculinidades. Palavras-chave: Corpo. Gênero. Infância. Masculinidades. Cinema.

  • Gênero e educação: o feminino santificado no cariri cearense

    Trata das representações sobre o feminino santificado no Cariri cearense, observando que esse feminino atua como elemento de amoldamento dos sujeitos, na medida em que é também amoldado por meio de um fenômeno educativo lato sensu. Aborda a escrita em estilo hagiográfico sobre Luzia Coelho, de Barbalha – CE (1923 – 1952), enquanto elemento de propagação de modelos para o feminino, considerando o recuo temporal. Considera que a observação da história de vida das santas em período anterior à atualidade é importante para compreendermos como esses contextos históricos interferem nos valores constituídos no Brasil para a idealização da Santidade e dos papéis femininos. Ressalta, como síntese, a vinculação do discurso relacionado ao código moral católico-cristão, os aspectos também relativos à manutenção da família nuclear e os elementos educacionais que propagam funções para o feminino e constroem a santidade. Palavras-chave: Gênero. Educação. Santidade. Cariri. Luzia Coelho.

  • Caipiras e sertanejos: raça e nacionalidade em Euclides da Cunha e Monteiro Lobato

    Pretendo analisar os usos de tipos humanos na formação de termos, como “raça nacional”, cristalizados em dois tipos literários presentes na literatura nacional, pensados como tipos humanos raciais muito caros ao imaginário do pensamento social. Para isso, tomo o Sertanejo de Euclides da Cunha e o Jeca Tatu de Monteiro Lobato. É notória a contribuição dos termos literários e biológicos elencados por Euclides, em Os Sertões, sobre a constituição da primeira fase da obra de Lobato, especialmente em Urupês e Cidades Mortas, na sua figura do caipira, ambos concorrentes a modelo de homem brasileiro. Palavras chave: Nacionalidade. Sertões. Sertanejos. Caipiras. Raça.

  • Percepção de diferenças intergrupais e infra-humanização

    Este estudo teve como objetivo analisar a atribuição diferenciada de emoções e traços a três alvos (Brasileiros, brancos e negros) e a partir dos achados discutir alguns aspectos teóricos e metodológicos da infra-humanização dos grupos sociais. Participaram do estudo 164 estudantes universitários de Maceió, Alagoas, com idades entre 18 e 41 anos (Média = 20,64; DP = 3,88). Os estudantes responderam às escalas de atribuição diferenciada de emoções (PALADINO ET AL., 2000) e de traços (MOSCOVICI & PEREZ, 1999). Os principais resultados endossam parcialmente a infra-humanização dos negros e o favorecimento endogrupal ou do grupo majoritário. As peculiares da infra-humanização no contexto desta pesquisa são discutidas através do papel das normas sociais no estudo de atitudes antinormativas. Palavras-chave: Percepção. Atitudes. Racismo. Normas Sociais. Infra-Humanização.

  • O que é a prisão para você? significados da prisão para presos e agentes

    Trata-se de um estudo de caso numa penitenciária do Ceará. A técnica usada foi inspirada pela pesquisa etnográfica e consistiu em abordagens a pessoas por meio de uma única pergunta: “O que é a prisão para você? ”. A coleta ocorreu em novembro de 2017 e participaram do estudo 16 internos e 15 agentes penitenciários. As respostas passaram por análise de conteúdo, que permitiu identificar classes de respostas de internos, que percebem a prisão como castigo, aprendizado e resposta da sociedade; e de agentes, que percebem a prisão como uma resposta à sociedade, como reclusão e como paradoxo. Pelas contribuições da Psicologia Ambiental, conclui-se que o ambiente age sobre a mente das pessoas e atividades laborais permitem um afastamento simbólico do estado de aprisionamento, ajudando a dar significado positivo às penas. Palavras-chave: Psicologia Ambiental. Entrevistas. Percepções. Significados. Prisão.

  • Editorial
  • Gênese, démarche e desenvolvimento da abordagem normativa em epistemologia

    O presente artigo tem como escopo principal mostrar a trajetória da abordagem normativa e suas diferentes variações temáticas diante dos mais diferentes ataques que esta tem sofrido ao longo da história da filosofia. Assim, busca-se tratar o itinerário filosófico-epistemológico acerca da abordagem normativa ou prescritiva do conhecimento desde as suas bases. A metodologia utilizada se estriba no método dialético, destacando no seio da própria abordagem normativa as diferentes concepções de normatividade e suas contraposições teóricas. A trilha metodológica utilizada centrou atenção na revisão bibliográfica de Platão, Descartes, Kant, Russell, Quine e Laudan, percorrendo as análises críticas concernentes aos aspectos epistemológicos normativos ao longo da história do conhecimento, fundamentalmente do conhecimento científico. Palavras-chave: Epistemologia Normativa. Conhecimento Prescritivo. Normatividade no Conhecimento Científico.

  • Expediente

Documentos em destaque