• Coleção Jovem Jurista

Editora:
FGV - Direito Rio
Data de publicação:
2012-10-05
ISBN:
2179 -0906

Documentos mais recentes

  • Apresentação
  • Automação do processo de due diligence : como algoritmos podem cortar tempo e trazer eficiência às auditorias legais?

    O presente trabalho tem por objetivo estudar e demonstrar que o atual modus operandi das due diligences jurídicas realizadas por escritórios de advocacia possui ineficiências, que podem ser mitigadas com o uso de algoritmos computacionais. Para isso, foi desenvolvido um protótipo de classificador bayesiano que usa machine learning e n-gramas. O seu objetivo é mostrar como é possível automatizar o trabalho inicial de mapeamento e identificação de cláusulas contratuais relevantes em uma auditoria jurídica de escrituras de emissão de debêntures em português, o que não é feito hoje. Para a cláusula de Valor Total da Emissão, o classificador alcançou, na média, a Média F de 77,18%. Já na cláusula de Vencimento Antecipado por Alteração de Controle, obteve 74,41%. Por fim, quando exposto à cláusula de Vencimento Antecipado por Cross Default, a Média F do protótipo foi de 72,352%

  • O conceito de beneficiário final no regime jurídico do investidor não residente

    O presente trabalho tem como objetivo apresentar e contextualizar os obstáculos que a introdução ao conceito de beneficiário final, pessoa natural que, em última análise possui ou controla uma sociedade empresária, trouxe para o regime jurídico do investidor não residente. Parte-se da premissa de que as recentes ações normativas, interpretativas e fiscalizatórias da Receita Federal quanto à obrigatoriedade de identificação do beneficiário final tenderam a modificar seu tratamento legal. O tema é discutido essencialmente pelos representantes do mercado financeiro e de capitais, ainda deslocado da produção acadêmica. Por isso, além da pesquisa bibliográfica, utilizou-se método de pesquisa empírica-exploratória com entrevistas entre representantes do setor público e privado para a indicação, na prática, dos impasses e obstáculos observados. O trabalho está dividido em três partes. No primeiro capítulo, foram estudados o conceito, os requisitos e impedimentos do regime do investidor não residente. É necessário entender seu funcionamento para, na segunda parte, conceituar e aplicar o instituto do beneficiário final. Na terceira e última parte, são analisadas as consequências da introdução desse conceito e as possíveis alterações observadas pelos entrevistados.

  • Construindo o primeiro algoritmo aprovado no exame da OAB
  • A utilização de propostas de emendas à constituição como forma de reação a decisões do supremo tribunal federal

    O artigo 2º da Constituição Federal de 1988 dirime que os Poderes Legislativo, Executivo e Judiciário são independentes e harmônicos entre si. A harmonia e a independência previstas no artigo são constantemente colocadas à prova diante das tensões inerentes ao desempenho das atividades de cada Poder. Nesse sentido, o presente trabalho pretende investigar parte da relação entre o Poder Legislativo federal - representado pela Câmara dos Deputados e pelo Senado Federal - e o Poder Judiciário federal - representado pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Em síntese, foca-se nas situações em que as casas do Congresso Nacional reagem a decisões do Supremo Tribunal Federal e procura-se mapear as reações e encontrar padrões existentes para, em seguida, elencar hipóteses que ajudem a explicar as reações. O meio escolhido para mapear essas reações foi a análise de Propostas de Emenda à Constituição (PECs) aprovadas pelo Senado Federal ou pela Câmara dos Deputados. Analisou-se o conteúdo de cada uma das PECs aprovadas por cada uma das casas do Poder Legislativo federal e, em seguida, comparou-se seus dispositivos com as decisões do STF, de forma a identificar as PECs reativas à Corte.

  • Estabilização de procedimentos decisórios em casos envolvendo a liberdade de expressão no STF: um estudo sobre os efeitos associados à má operacionalização da regra da proporcionalidade

    A partir do estudo de nove julgados, o presente trabalho analisa o rigor metodológico dos ministros do STF na aplicação da regra da proporcionalidade em casos que envolvem o princípio da liberdade de expressão. Paralelamente, o estudo busca averiguar se os ministros desenvolvem outros roteiros argumentativos estáveis aptos a criar parâmetros claros para decisões futuras. Na etapa propositiva do trabalho, sugerimos que a ausência de estabilização de procedimentos decisórios tende a gerar um desincentivo àqueles que procuram se engajar em atos discursivos. Palavras-chave: Regra da proporcionalidade — estabilização de procedimentos decisórios — chilling effect

  • Maternidade encarcerada: uma análise da substituição da prisão preventiva pela domiciliar das mulheres gestantes e com filhos menores de 12 anos no tribunal de justiça do estado do Rio de Janeiro

    Este trabalho propõe analisar as condições para o exercício da maternidade no sistema prisional nacional. Para tanto, contextualiza o encarceramento feminino sob uma ótica de gênero. Considera que a organização social patriarcal e as construções históricas do feminino e do masculino contribuem para invisibilidade e estigmatização da mulher no cárcere. Realiza um levantamento dos principais direitos e garantias previstos no âmbito nacional e internacional às presas gestantes e mães. Constata que as normas examinadas não refletem a realidade e demonstra que as prisões brasileiras não garantem o pleno exercício da maternidade. Observa a necessidade de adoção de medidas alternativas ao encarceramento. Analisa quantitativa e qualitativamente acórdãos em sede de Habeas corpus com pleitos de substituição da prisão preventiva pela domiciliar das gestantes e mães de filhos menores de 12 anos perante o Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro. Constata que o benefício da prisão domiciliar não é efetivado na maioria dos casos analisados e busca averiguar as lacunas que impedem a efetivação do direito e propor eventuais soluções. Palavras-Chave: Encarceramento feminino. Maternidade no cárcere. Prisão domiciliar

  • Apresentação
  • Audiências públicas na ANEEL: uma análise histórica da participação dos consumidores desde a criação da agência

    O presente trabalho é resultado de um estudo doutrinário, jurisprudencial e empírico, referente à efetividade das audiências públicas no âmbito da Agência Nacional de Energia Elétrica, enquanto mecanismo de participação dos consumidores. Neste sentido, o objetivo deste trabalho é investigar se as audiências públicas cumprem efetivamente seu papel como mecanismo de participação dos consumidores no processo de tomada de decisões da agência reguladora, permitindo um processo decisório inclusivo, transparente e informado. Para isso, foram realizadas investigações doutrinárias e conceituais acerca do mecanismo de audiência pública, sua importância, aspectos positivos e negativos. Ainda, foi pesquisado o conceito de consumidor no setor elétrico e as teorias jurídicas acerca do tema. Por fim, foi desenvolvida análise com base nos dados históricos das audiências públicas ocorridas na ANEEL entre julho de 1998 e dezembro de 2016. A partir da análise da série histórica das audiências públicas ocorridas na ANEEL, a pesquisa confirma que o mecanismo parece não conseguir incluir no processo decisório as partes envolvidas e interessadas, significando muito mais um procedimento formal exigido pela lei. Em especial no tocante aos consumidores, conclui-se que as audiências públicas foram pouco efetivas em alcançar seu resultado de promover um processo decisório inclusivo, transparente e informado. Ao final, o estudo sugere mecanismos atuais e inovadores, em especial tecnológicos, que podem ser utilizados no processo de audiência pública, a fim de garantir melhores resultados. Palavras-chave: Audiências Públicas. ANEEL. Consumidor. Participação. Efetividade. Análise

  • Castração química: resposta penal para crimes sexuais?

    O presente trabalho busca analisar a castração química como resposta penal. Procurou-se, em primeiro lugar, analisar os crimes de estupro e estupro de vulneráveis e suas principais características a partir da literatura penal existente e de um ponto de vista multidisciplinar, incluindo os mitos sobre agressões sexuais. Realizar uma exposição conceitual da castração química e seus efeitos, para posteriormente analisar as legislações de outros países e descrever as propostas legislativas brasileiras sobre o tema. Considerar as violações constitucionais da castração química nos Estados Unidos, as questões médicas relevantes e as questões de gênero que permeiam o assunto. Por fim, analisar a constitucionalidade da castração química como resposta aos crimes sexuais em relação ao ordenamento jurídico pátrio atual, verificando violações a direitos e princípios fundamentais, em especial ao princípio da proporcionalidade. Palavras-Chave: Castração química. Legislações internacionais. Propostas legislativas. Direitos e princípios fundamentais. Princípio da proporcionalidade. Inconstitucionalidade

Documentos em destaque