• Cadernos PROLAM/USP. Brazilian Journal of Latin American Studies

Editora:
LTR
Data de publicação:
2014-07-21
ISBN:
1676-6288

Documentos mais recentes

  • Carta às leitoras e aos leitores
  • Arte e imperialismo na América Latina das políticas de modernização cultural à arte conceitual

    Este trabalho apresenta um breve panorama da arte latino-americana, entre as décadas de 1940 e 1980, levando em consideração as principais transformações no campo artístico do período. Esta análise se pauta em uma leitura geral da implantação dos primeiros equipamentos culturais modernos, que tem como pano de fundo a penetração das ideologias construtivas atreladas aos projetos desenvolvimentistas. Em seguida, busca refletir sobre o advento da arte experimental, a partir do e studo de caso de proposições elaboradas por artistas ligados à Arte Conceitual. Esse exame parte de um repertório teórico relevante para a sedimentação das principais correntes do pensamento artístico e político da região. A análise permite ampliar os relatos da história da arte para além da unicidade do objeto, ao inscrevê-lo em um diálogo multifocal

  • O entre-lugar da cultura pop(ular) na América Latina criação e crítica contemporâneas nestes trópicos

    Este artigo se propõe a analisar o conceito de "entre-lugar" trabalhado por Silvianno Santiago como forma de conceber a criação da cultura pop na América Latina em seu hibridismo com a cultura popular neste continente. Busca-se, com isso, defender um novo discurso em relação à cobertura da crítica cultural sobre essa específica cultura contemporânea. Com efeito, objetiva-se compreender como a cultura pop latino-americana se conecta a uma cultura pop global, sobretudo diante do fenômeno do cosmopolitismo estético, que a aproxima de outras culturas globais, mas que, ao mesmo tempo, também possibilita as suas diferenciações. Por fim, será abordada a questão da cultura enquanto valor com o intuito de analisar como que tal regimento pode obedecer a critérios pensados a partir das experiências culturais destes trópicos e não a critérios meramente importados

  • Realismo Maravilhoso latino-americano e tradição oral nos contos populares do nordeste brasileiro em Mentiras Grossas de Zé Rotinho, de João Nonon de Moura Fontes Ibiapina

    A literatura do Nordeste brasileiro tem grande influência da oralidade. Dentre as obras desse escopo figura Mentiras Grossas de Zé Rotinho (1977), do escritor piauiense João Nonon de Moura Fontes Ibiapina. Sob o olhar de Chiampi (2015), esses textos regionais compõe um tipo literatura na América latina, neste trabalho analisado como uma face do Realismo Maravilhoso. Estudam-se o conteúdo e a utilidade narrativa dos textos a partir de Benjamin (1994), enquanto por meio das historiadoras Demes (2002) e Ribeiro e Nunes (1995) se detectam os sentidos históricos e os costumes dos locais que aparecem como cenários dos contos. Em paralelo, Câmara Cascudo (2012) é evocado para a análise da tradição popular e da oralidade na constituição da cultura nordestina do Brasil

  • Guerra do Pacífico a história de uma derrota

    A Guerra do Pacífico (1879-1884) foi um conflito bélico que envolveu o Chile, o Peru e a Bolívia. O objetivo desse artigo consiste em refletir sobre as consequências desse confronto para o Estado peruano. Para tanto, analisamos duas fontes históricas que foram produzidas por intelectuais que pegaram em armas e lutaram em batalhas: Cartas a Piérola sobre la ocupación chilena de Lima (entre 1880 e 1889) , de Ricardo Palma e Discurso en el Politeama (1888) , de Manuel González Prada. O primeiro alegou que a razão do fracasso do Peru no c ombate beligerante contra os chilenos se deu pelo motivo do país ter uma população massivamente indígena, considerada inferior e inútil; ao passo que o segundo afirmou que a razão do fiasco bélico se deu justamente pelo fato dos índios serem subalternizados e tratados como serviçais, e não como cidadãos da República peruana. Esse trabalho faz uma reflexão dessas duas perspectivas distintas e demonstra o quanto a questão indígena foi um tema importante, no contexto dos fins do século XIX, para discutir as razões da derrota do Peru na Guerra do Pacífico

  • A influência dos movimentos sociais nos processos decisórios do Mercosul uma breve análise a partir dos elementos propulsores do fenômeno da globalização

    A partir dos elementos propulsores da globalização, esta pesquisa pretende identificar em que medida os movimentos sociais das mulheres logram êxito em impactar o conteúdo decisório das normas do bloco econômico Mercado Comum do Sul. A partir do método hipotético-dedutivo, aliado ao levantamento bibliográfico e documental, foi possível identificar que o processo de globalização é capaz de transformar a maneira como os indivíduos convivem em sociedade, bem como possui o condão de alavancar o fomento de movimentos sociais. O movimento das mulheres tomou destaque, especialmente a partir da década de 1990, permitindo, de certa forma, a inserção destas junto aos processos decisórios do bloco, razão pela qual esta pesquisa procura identificar se estes movimentos se mostram aptos a influenciar a o conteúdo normativo dentro do Mercosul

  • Mujeres maravilla en el Mercosur en búsqueda de visibilidad

    Durante los últimos años, las mujeres adquirieron un protagonismo nunca antes visto. En términos de visibilización de sus demandas, mujeres y sexualidades disidentes han expresado masivamente la exigencia de cumplimiento de derechos y la efectivación de garantías mínimas hasta ahora sólo en papel conquistadas. En tiempos sombríos, de femicidios y ejercicio de diferentes formas de violencia cotidianas, el artículo aborda a través de u n análisis crítico de datos de fuentes secundarias diferentes aspectos en que se cristaliza la desigualdad de género en los países del Mercosur. El objetivo es proponer la definición de variables a ser consideradas para diseñar políticas complementarias a la Política de Cuidado, de cuño uruguayo. Luego, se proponen indicadores sociales básicos con el objetivo de aportar al debate sobre la necesaria articulación de políticas sociales comunes en la región

  • Cadenas globales de valor epicentro la nueva división internacional del trabajo, 1980-2016

    A partir de 1980, el orden mundial comenzó una constante transformación productiva y en flujos de inversión a raíz de la globalización económica. En este sentido, una nueva división internacional del trabajo conecta lo local con lo global gracias a las estrategias de empresas transnacionales; estas fragmentan la producción supeditando los intereses de las estructuras productivas nacionales a las exigencias del mercado mundial. Empero, no basta analizar la innovación comercial derivada de cadenas globales de valor. Los países en desarrollo requieren reflexionar las restricciones inherentes de la nueva integración productiva. Se trata de repensar la adaptabilidad y los desafíos que causa la internacionalización productiva promovida por la globalización económica del siglo XXI

  • O agronegócio da soja no Paraguai as contradições de um modelo de desenvolvimento

    A América Latina se configura como a principal região produtora de soja, especialmente a chamada "La República Unida de la Soja", regionalização proposta pela transnacional Syngenta em 2003. A soja é um cultivo geopolítico estratégico para a região, pois a insere em uma nova ordem mundial multipolar. Porém, a soja promove um modelo de desenvolvimento baseado no neoextrativismo, um monocultivo orientado para o mercado externo, onde há a exploração e o controle sobre os recursos [inclusive um controle do acesso], com baixo retorno à população. O Paraguai atualmente é o país da América Latina que apresenta a maior taxa de crescimento econômico ao mesmo tempo que possuí a mais elevada concentração fundiária, com índice de Gini de 0,94. Assim, o objetivo deste trabalho é expor acerca do agronegócio da soja no Paraguai, evidenciando as contradições e impactos do considerado motor de desenvolvimento econômico do país

  • A criminalização brasileira da mão-de-obra imigrante latino-americana em casas de jogos clandestinas

    O objetivo deste trabalho é analisar a tutela penal brasileira da mão-de-obra imigrante em casas de jogos clandestinos, considerando os fluxos migratórios latino-americanos. Para isso, trataremos, de início, do tema da migração no contexto da América Latina, tendo o Brasil como um dos principais destinos, traçando a sua principal motivação em termos socioeconômicos e a finalidade correlacionada. Em seguida, falaremos sobre o tráfico de pessoas como pano de fundo para questionarmos como é tratado o imigrante que é utilizado como mão-de-obra no cenário da exploração da atividade econômica dos jogos de azar, enquanto mercado ilícito, bem como a tutela penal oferecida a ele pelo país

Documentos em destaque